RMMG - Revista Médica de Minas Gerais

Volume: 22. (Suppl.7)

 

Editorial

1 - Mensagem do Presidente

Paulo Tadeu de Mattos Pereira Poggiali

Rev Med Minas Gerais; 22.(Suppl.7):1-2, Dez, 2012

Artigo Original

2 - A constipação intestinal crônica funcional sob a perspectiva materna: crenças, sentimentos, atitudes e repercussões sociais

Functional chronic constipation from a maternal perspective: beliefs, feelings, attitudes and social repercussions

Mariza Ferreira Leão; Maria do Carmo Barros Melo; Marcia Regina Fantoni Torres

Rev Med Minas Gerais; 22.(Suppl.7):5-12, Dez, 2012

OBJETIVO: investigar a percepção das mães sobre a constipação intestinal crônica funcional em crianças e adolescentes.
MÉTODOS: foram entrevistadas 14 mães de pacientes com constipação intestinal crônica funcional, sendo as respostas analisadas com base na teoria da análise do discurso e agrupadas nos seguintes núcleos temáticos: "definição, causas e fatores que agravam a constipação", "cognições, sentimento e atitudes diante da criança constipada", "repercussões familiares e sociais", "percepções sobre a cura, o tratamento e o atendimento médico".
RESULTADOS: observou-se que a constipação produz significativo impacto na vida familiar e social do paciente. A mãe é quem recebe a maior sobrecarga emocional, o que a torna vulnerável ao descontrole pulsional e, algumas vezes, ao adoecimento. O pai frequentemente está distanciado do problema. Verificou-se que as repercussões negativas são maiores no grupo dos pacientes com escape fecal, cujas mães relataram intensos sentimentos de agressividade e culpa. Neste estudo, o compartilhamento de experiências com outras mães nos grupos focais foi fator decisivo nas mudanças de comportamento das mães. Constatou-se também que a desinformação dos professores sobre a constipação é fator relevante no estabelecimento de padrões evacuatórios inadequados nas crianças.
CONCLUSÕES: para melhorar a eficácia e a resposta ao tratamento das doenças gastrintestinais funcionais, o profissional de saúde deve buscar o entendimento das questões relativas à subjetividade do paciente, suas relações familiares e sociais. O diálogo entre os pais, escola e crianças ou adolescentes com constipação aumenta a chance de resposta ao tratamento e redução dos impactos biopsicossociais da doença.

Palavras-chave Constipação Intestinal; Doença Crônica; Relações Familiares; Criança; Adolescente.

OBJECTIVE: To investigate the perception of mothers regarding functional chronic constipation in children and adolescents.
METHODS: 14 mothers of patients with chronic functional constipation were interviewed and their answers were analyzed based on the theory of discourse analysis and grouped into the following categories: "definition, causes and factors which aggravate constipation", "cognition, feelings and attitudes regarding the constipated child", "family and social repercussions", and "perceptions regarding a cure, treatment and medical assistance."
RESULTS: Constipation significantly impacts the social and family life of the patient. The mother is the family member who takes the biggest emotional toll, which can make her disinterested and sometimes, ill. The father is frequently detached from the problem. The negative repercussions were greater in the group of patients with fecal incontinence when the mother related intense feelings of aggressiveness and guilt. In this study, the sharing of experiences with other mothers in the focus groups was the decisive factor in the mothers' behavior changes. Schoolteachers' lack of information about constipation is a relevant factor in the establishment of appropriate evacuatory standards in children.
CONCLUSIONS: In order to improve the efficiency and response to treatment of functional gastrointestinal diseases, health professional should seek to understand issues relating to the subjectivity of the patient their family and social relations. Communication between the parents, the school and the child or adolescent with constipation increases the response to treatment and reduces the bio psychosocial impact of the disease.

Keywords Constipation; Chronic Disease; Family Relations; Child; Adolescent.

Artigos de Revisão

3 - Associação entre trauma infantil, transtornos psiquiátricos e suicídio

Association between childhood trauma, psychiatric disorders and suicide

Dante Galileu Guedes Duarte; Tatiana Tscherbakowski; Humberto Correa

Rev Med Minas Gerais; 22.(Suppl.7):13-21, Dez, 2012

Algumas evidências da literatura sugerem associação entre traumas infantis e comportamento suicida. Motivados pela questão, "os pacientes psiquiátricos população com transtornos psiquiátricos que sofreram traumas na infância suicidam mais?" O objetivo foi realizar revisão sistemática sobre o impacto de traumas infantis nos pacientes com transtornos psiquiátricos e sua correspondência com ideação e tentativas de suicídio. A pesquisa foi realizada por uma busca on-line no Medline, com tempo delimitado em cinco anos até a presente data, com artigos publicados em língua inglesa. Os termos de busca foram: "Child Abuse" [Mesh] AND "Mental Disorders" [Mesh]) AND "Suicide"[Mesh]. A pesquisa considerou os traumas como variável independente, transtornos psiquiátricos como variável dependente e independente e o suicídio (ideação, plano e tentativa) como variável dependente do trauma sobre o transtorno psiquiátrico. Todos os estudos descritos nesta revisão defendem significativa associação entre trauma na infância, transtorno psiquiátrico e suicídio. A intensidade dessa associação, bem como o número de eventos e o grau de interferência, varia entre os artigos.

Palavras-chave Criança; Maus-Tratos Infantis; Ferimentos e Lesões/psicologia; Transtornos Mentais; Transtorno Depressivo; Transtornos de Estresse Traumático; Suicídio.

Some evidences from the literature suggests an association between childhood trauma and suicidal behavior. Motivated by the question "patients suffering from psychiatric disorders, childhood trauma commit more suicides?" We intend to conduct a systematic review on the impact of childhood trauma in patients with psychiatric disorders and their correspondence with suicidal ideation and suicide attempts. The survey was conducted by a Medline search, with limited time in five years to date and published articles in English. The search terms were:"Child Abuse" [Mesh] AND "Mental Disor-ders" [Mesh]) AND "Suicide" [Mesh]. The research considered trauma as independent variable, psychiatric disorders such as dependent and independent variable and suicide (suicidal ideation, plan and attempt) as the dependent variable of trauma on the psychiatric disorders. All studies described in this review support a significant association between childhood trauma, psychiatric disorders and suicide. The strength of the association, as well as the number of events and the degree of interference varies among them.

Keywords Child; Child Abuse; Wounds and Injuries/psychology; Mental Disorders; Depressive Disorder; Stress Disorders, Traumatic; Suicide.

4 - Avaliação e tratamento da dor em oncologia pediátrica

Pain assessment and treatment in children with oncological diseases

Claudirene Milagres Araújo; Benigna Maria de Oliveira; Yerkes Pereira e Silva

Rev Med Minas Gerais; 22.(Suppl.7):22-31, Dez, 2012

Nos últimos anos ocorreu considerável melhora na sobrevida das crianças com câncer. Entretanto, apesar da crescente conscientização sobre as causas e tratamento da dor, estudos mostram que essas crianças continuam a experimentar diariamente sintomas angustiantes, físicos e emocionais causados pela doença e seu tratamento. O objetivo deste trabalho foi revisar a literatura a respeito das particularidades associadas à dor infantil relacionada ao câncer, salientando as suas principais causas assim como as possibilidades terapêuticas disponíveis. Foram revisados artigos referentes ao tema proposto, publicados nos últimos 20 anos, entre janeiro de 1990 e novembro de 2010, utilizando as bases Scientific Eletronic Library Online (SCIELO) e National Library Of Medicine - PubMed (MEDLINE). A chave para o controle da dor é a obtenção de uma avaliação detalhada por equipe multidisciplinar para o desenvolvimento de um plano de tratamento específico para cada criança, com frequentes reavaliações. Apesar de algumas limitações, a escada analgésica da Organização Mundial de Saúde serve como pilar para o tratamento desses pacientes, contribuindo para o alívio da dor oncológica em todo o mundo. Para melhor abordagem, terapias combinadas (farmacológicas e não farmacológicas) devem ser utilizadas adaptando-se às necessidades individuais, com o objetivo de minimizar a dor e os efeitos adversos do tratamento.

Palavras-chave Criança; Dor; Manejo da Dor; Oncologia.

In recent years there has been a considerable improvement in survival of children with cancer. However, despite growing awareness about the causes and treatment of pain, studies show that these children continue to experience daily physical and emotional distressing symptoms caused by the disease and its treatment. The aim of this study was to review the literature regarding the particularities associated with children pain related to cancer, highlighting their main causes and therapeutic possibilities available. We reviewed articles relating to the proposed theme published from the last 20 years, between January 1990 and November 2010 using the bases Scientific Electronic Library Online (SciELO), National Library Of Medicine - PubMed (MEDLINE). The key to pain control is to obtain a detailed evaluation by a multidisciplinary team to develop a specific treatment plan for each child, with frequent reassessments. Despite some limitations, the analgesic ladder of the World Health Organization serves as a pillar to treat these patients, providing pain relief worldwide. For a better pain management, combined therapies (pharmacological and nonpharmacological) should be used adapted to individual needs, in order to minimize pain and side effects of treatment.

Keywords Child; Pain; Pain Management; Oncology.

5 - Escores clínicos e diagnósticos por imagem na fibrose cística

Clinical Scores and Diagnostic Imaging in Cystic Fibrosis

Flávia Fajardo Linhares Pereira; Reginaldo Figueiredo; Jesiana Ferreira Pedrosa; Cristina Gonçalves Alvim; Paulo Augusto Moreira Camargos; Cássio da Cunha Ibiapina

Rev Med Minas Gerais; 22.(Suppl.7):32-39, Dez, 2012

OBJETIVO: rever a literatura, verificando o papel da tomografia computadorizada de alta resolução (TCAR) do tórax no acompanhamento de crianças e adolescentes com fibrose cística.
MÉTODO: o levantamento bibliográfico foi realizado a partir das informações disponibilizadas pelas bases de dados Medline, MD Consult, Highwire, Medscape, LILACS e por pesquisa direta dos últimos 10 anos, utilizando-se os termos cysticfibrosis, tomography, spirometry e children.
RESULTADOS: foram selecionados 21 artigos originais em revisão não sistemática. A TCAR do tórax é um bom método, uma vez que é preconizada para a avaliação do parênquima pulmonar, devido às características do comprometimento pulmonar na fibrose cística. Permite a identificação das principais alterações relacionadas à fibrose cística: bronquiectasias, espessamento peribrônquico, plugs mucosos e hiperinsuflação/enfisema, além de consolidações, atelectasias e lesões bolhosas. Realizada na rotina para determinar as alterações estruturais pulmonares, a TCAR também tem indicação nos casos de piora clínica significativa, independentemente da idade do paciente. A questão sobre o melhor momento para sua realização também carece de estudos clínicos e normalmente é baseada em protocolos de serviços. Estudos comparativos entre a espirometria e o escore clínico-radiológico de Shwachman-Kulczycki mostraram forte correlação positiva entre este e o volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1) (r=0,75, P<0,001 e r=0,50, P<0,01). Porém, enquanto a TCAR mostrou alterações estruturais significativas, a espirometria exibiu mínima progressão ou pouca melhora no padrão. Muita atenção deve ser dada à questão da radiação ionizante e à quantidade de radiação a que o paciente é exposto.
CONCLUSÃO: não há ainda papel definido para a TCAR no acompanhamento aos pacientes com fibrose cística. À medida que técnicas de baixa dose são desenvolvidas, pode-se vislumbrar a TCAR como um excelente método de avaliação do comprometimento pulmonar dos jovens menores de seis anos e, por isso, impossibilitados de realizar as provas de função pulmonar.

Palavras-chave Fibrose Cística; Tomografia; Espirometria; Criança.

OBJECTIVE: To review the literature, verifying the role of high resolution computed tomography of the chest in the monitoring of children and adolescents with cystic fibrosis.
METHOD: The bibliographic survey was based on information released by the Medline, MD Consult, Highwire, Medscape, LILACS, and direct search of the past 10 years, using the terms cysticfibrosis, tomography, spirometry and children.
RESULTS: We have selected 21 original articles on non-systematic review. The High Resolution Computed Tomography (HRCT) is a good method, since it is recommended to evaluate the lung parenchyma, due to the characteristics of lung impairment in cysticfibrosis. Allows identification of the main changes related to cystic fibrosis bronchiectasis, peribronchial thickening, mucus plugging and hyperinflation / emphysema, as well as consolidation, atelectasis, and bullae. Performed routinely to determine the structural abnormalities, HRCT is also indicated in cases of clinically significant worsening of the patient regardless of age. The question about the best time to perform it also lacks clinical studies and is usually based on service protocols. Comparative studies of spirometry and clinical-radiologic Shwachman-Kulczycki show that a strong positive correlation between this and FEV1 (r=0.75, P<0.001 and r=0.50, P< 0.01) but while HRCT showed significant structural changes spirometry showed minimal progression or improvement in the standard. Great attention should be given to the issue of ionizing radiation and the amount of radiation to which the patient is exposed.
CONCLUSION: There is still a role for HRCT in monitoring patients with Cystic Fibrosis. As low-dose techniques are developed one can glimpse the HRCT as an excellent method for evaluation of pulmonary involvement of young pacient under the age of 6 years, and therefore unable to perform pulmonary function tests.

Keywords Cystic Fibrosis; Tomography; Spirometry; Child.

6 - Pneumonias adquiridas na comunidade na infância e adolescência

Community-acquired pneumonia in childhood and adolescence

Renata Marcos Bedran; Cláudia Ribeiro de Andrade; Cássio da Cunha Ibiapina; Maria Teresa Mohallem Fonseca; Cristina Gonçalves Alvim; Maria Beatriz Marcos Bedran

Rev Med Minas Gerais; 22.(Suppl.7):40-47, Dez, 2012

Infecções respiratórias agudas são responsáveis por elevada morbimortalidade na infância. As pneumonias comunitárias são comuns na prática diária do médico, especialmente nos meses do outono e inverno, podendo ter consequências graves, como óbitos infantis. Elas geralmente ocorrem como complicação de uma infecção viral das vias aéreas e a etiologia varia conforme a faixa etária. Um dos maiores desafios na abordagem das pneumonias é a identificação do agente etiológico. O quadro clínico pode variar na dependência da faixa etária. Febre, tosse, taquidispneia, tiragem e alterações da ausculta pulmonar são observados em praticamente todas as idades. O diagnóstico permanece baseado em critérios clínicos e radiológicos. Os exames laboratoriais podem ser realizados na tentativa de tentar buscar o agente etiológico, direcionar o tratamento ou até mesmo investigar diagnósticos diferenciais. O tratamento poderá ser realizado ambulatorialmente, na maioria dos casos. Medidas gerais para a prevenção de pneumonia incluem incentivo ao aleitamento materno, combate à desnutrição, melhora das condições de moradia, redução da exposição ao fumo. É fundamental que toda a equipe da atenção primária conheça os sinais de alerta, as indicações de internação e encaminhamento para o hospital de pacientes graves a fim de se evitarem danos aos pacientes.

Palavras-chave Pneumonia; Infecções Respiratórias; Criança; Lactente; Streptococcus pneumoniae.

Acute respiratory infections are responsible for high morbidity and mortality in childhood. The community-acquired pneumonia is common in daily practice physician especially in the months of autumn and winter, and can have serious consequences, such as infant deaths. They usually occur as a complication of a viral infection of the airways and etiology varies by age group. One of the biggest challenges in addressing pneumonia is the identification of the etiologic agent. The clinical picture may vary depending on the age group. Fever, cough, tachydyspnea, circulation and lung auscultation changes are observed in almost all ages. The diagnosis remains based on clinical and radiological criteria. Laboratory tests can be performed to try to get the etiologic agent, direct treatment or even investigate differential diagnoses. The treatment may be performed in an outpatient setting, in most cases, or in hospital. General measures for prevention of pneumonia include breastfeeding promotion, combating malnutrition, improvement of housing conditions, reducing exposure to smoke. It is essential that all primary care staff know the warning signs, the indications for hospitalization and referral to hospital for critically ill patients in order to prevent harm to patients.

Keywords Pneumonia; Respiratory Tract Infections; Child; Infant; Streptococcus pneumonia.

7 - Políticas públicas voltadas para a redução da mortalidade infantil: uma história de desafios

Public policies focused on child mortality reduction: a history of challenges

Laura Monteiro de Castro Moreira; Cláudia Regina Lindgren Alves; Soraya Almeida Belisário; Mariana de Caux Bueno

Rev Med Minas Gerais; 22.(Suppl.7):48-55, Dez, 2012

A mortalidade infantil é destacada historicamente como um grave problema social, uma vez que reflete o estado de saúde da parcela mais vulnerável da população, os menores de um ano. Políticas públicas voltadas para a saúde da criança e para a redução da mortalidade infantil não são recentes no Brasil. Entretanto, apesar dos avanços obtidos até o momento, a taxa de mortalidade infantil ainda encontra-se em níveis considerados eticamente inaceitáveis, evidenciando a necessidade de formulação e execução de políticas públicas pautadas em intervenções múltiplas e complexas. Este artigo apresenta um histórico dos principais programas e projetos de saúde da criança implantados até o momento no Brasil e em Minas Gerais. Seu objetivo é resgatar a trajetória das intervenções, indicar os novos desafios nesse campo e estimular a reflexão acerca de novas estratégias para enfrentamento da redução da mortalidade infantil no estado e no país.

Palavras-chave Políticas Públicas de Saúde; Mortalidade Infantil; Saúde da Criança.

Infant mortality is historically known as a serious social problem, as it reflects the health situation of the most vulnerable population, children under one year. Public policies to reduce this problem are not new in Brazil. However, despite the progress made so far, the infant mortality rate is still at levels considered ethically unacceptable, demanding the formulation and execution of public policies based on multiple and complex interventions. This article presents a review of the major public programs and projects focused on child health implemented so far in Brazil and in Minas Gerais, highlighting the new challenges in this field and stimulating the debate about new strategies for coping with the reduction of infant mortality in the state and country.

Keywords Health Public Policy; Infant Mortality; Child Health.

8 - Por que prestar assistência ao prematuro?

Why premature neonatal intensive care?

Luíz Antônio Tavares Neves; Jaqueline da Silva Fronio; Josana Lucas Araújo; Paulo Rubens Montes Lupatini

Rev Med Minas Gerais; 22.(Suppl.7):57-62, Dez, 2012

Os avanços nos cuidados perinatais nos últimos anos têm contribuído para a sobrevivência de lactentes nascidos entre 22 e 25 semanas de vida intrauterina. E a despeito da melhoria na morbidade perinatal, o nascimento pré-termo apresenta-se como um grande problema neonatal e obstétrico em nível mundial. Com as melhores práticas em perinatologia, que começa com a melhora de qualidade na atenção perinatal, é possível vislumbrar diminuição da morbidade cerebral e pulmonar no recém-nascido de extremo baixo peso. A intervenção em todos os níveis de atenção à saúde é necessária para reduzir a morbidade e mortalidade desses recém-nascidos. As sequelas mais comuns no desenvolvimento neuropsicomotor nos primeiros anos de vida são: paralisia cerebral, retardo mental, prejuízos neurossensoriais (déficit visual e auditivo), além de disfunção neuromotora e de coordenação. Com base na revisão da literatura, o objetivo deste artigo é fazer uma atualização da assistência à prematuridade, ressaltando seus principais pontos de atuação a fim de minimizar danos ao recém-nascido pré-termo.

Palavras-chave Nascimento Prematuro; Recém-Nascido de Baixo Peso; Leucomalácia Periventricular.

Perinatal care in the last few years has contributed to the survival of neonates born after 22-25 weeks of intra-uterine life. In spite of reductions in perinatal morbidity, preterm birth remains a worldwide neonatal and obstetric challenge. Better perinatology practices, beginning with better quality perinatal care, have allowed for decreased cerebral and pulmonary morbidity of extreme low-birthweight neonates. Interventions at all levels of health care are necessary to reduce the morbimortality of these neonates. The most common neuropsychomotor sequelae in the first years of life are: cerebral palsy, mental retardation, neurosensorial impairment (visual and auditory deficits), and neuromotor and coordination deficits. We reviewed the literature and updated the issue of premature neonatal care, highlighting the main interventions aimed at reducing injury to these neonates.

Keywords Premature Birth; Infant, Low Birth Weight; leukomalacia, Periventicular.

Educação Médica

9 - Brinquedoteca: estratégia lúdica educativa complementar às ações de integralidade no Programa Estadual de Triagem Neonatal

Toy library: ludic educational strategy complementary to the actions of integrality in the Neonatal Screnning State Program

Mérupe Venancio Romanini; Isabel Pimenta Spínola Castro; Michelle Andrade Rosa; Cristiane Miranda Rust; Ivan Magalhães; José Nélio Januário; Ana Lúcia Pimenta Starling

Rev Med Minas Gerais; 22.(Suppl.7):64-67, Dez, 2012

Os autores relatam as estratégias de trabalho da equipe multidisciplinar do NUPAD FM-UFMG com as crianças triadas pelo PETN-MG e atendidas no CEAPS. Salienta-se o papel da brinquedoteca como espaço lúdico e de convivência no comportamento das famílias e das criancas frente aos problemas trazidos pelas doenças crônicas.

Palavras-chave Jogos e Brinquedos; Educação Em Saúde; Triagem Neonatal; Doença Crônica.

The Centre for Social Support and Education, the CEAPS, is a space that belongs to NUPAD / FM / UFMG and aims to continue to organize social activities, care and support for patients, from the PETN-MG, as well as to their families, who must remain a long day in Belo Horizonte, pending consultations and / or special examinations.

Keywords Play and Playthings; Health Education; Neonatal Screnning; Chronic Disease.