RMMG - Revista Médica de Minas Gerais

Volume: 27. (Suppl.1)

 

Editorial

1 - Mensagem do Diretor da Faculdade de Medicina de Barbacena - FAME/FUNJOBE

Marco Aurélio Bernardes de Carvalho

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S01, Mai, 2017

Artigos Originais

2 - Absenteísmo em dois hospitais públicos de Minas Gerais: perfil epidemiológico

Absenteeism in two public hospitals in Minas Gerais: epidemiological profile

Diogo Vaz de Vasconcelos; Lays Mylena Silva; Luana Amaral Magalhães de Souza Lima; Mariana Martins Ribeiro de Pinho; Paloma Duarte Motta; Sarah Teixeira Dantas; Karla Alves Monteiro; Carlos Eduardo Leal Vidal

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S04-S10, Mai, 2017

INTRODUÇÃO: o absenteísmo está relacionado à ausência ao trabalho por qualquer razão. É considerado um oneroso problema socioeconômico, ocasionando custos diretos e indiretos para as empresas.
OBJETIVO: este estudo tem como objetivo traçar o perfil epidemiológico do absenteísmo em dois hospitais públicos do interior de Minas Gerais.
MÉTODOS: trata-se de estudo observacional descritivo realizado no Serviço de Segurança e Saúde do Trabalhador (SSST) do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena (CHPB) e do Hospital Regional de Barbacena Dr. José Américo (HRBJA). A população-alvo constituiu-se pelos funcionários atendidos no SSST entre julho de 2011 e julho de 2014. Os dados foram coletados das planilhas do SSST contendo informações sobre as variáveis sociodemográficas, clínicas e ocupacionais dos funcionários. Foram elaboradas tabelas para distribuição de frequências, médias, medianas e desvio-padrão para cada variável e realizada análise descritiva.
RESULTADOS: foram analisadas 1.772 licenças médicas de 603 servidores, sendo a maioria enquadrada no grupo de profissionais de enfermagem (PENF) (57,4 %). O total de licenças do CHPB foi de 1.090, já no HRBJA foi equivalente a 682. Em ambos os hospitais, o grupo PENF apresentou maior prevalência do número de licenças, sendo 61,7% no CHPB e 54,5% no HRBJA. As principais causas de afastamento foram doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo, seguido das injúrias respiratórias.
CONCLUSÃO: a avaliação do absenteísmo é importante para a implantação de estratégias capazes de identificar e reduzir a incidência do mesmo no ambiente de trabalho, para evitar custos adicionais e preservar a saúde dos trabalhadores.

Palavras-chave Absenteísmo; Perfil de Saúde; Licenciamento.

INTRODUCTION: Absenteeism is related to the absence at work, for any reason. It's considered a costly socioeconomic issue, causing direct and indirect expenses to the company.
OBJECTIVE: This study aims to trace the epidemiological profile of absenteeism in two hospitals from the public healthcare system located at the countryside of Minas Gerais.
METHODS: It is a descriptive, retrospective observational study, carried on the Security Service and Occupational Health (SSST) from the Centro HospitalarPsiquiátrico de Barbacena (CHPB) and Hospital Regional de Barbacena Dr. José Américo (HRBJA). The study's target population are the employees who consulted in the SSST in between july 2011 and july 2014. Data were gathered from the SSST spreadsheets, which contained information on sociodemographic, clinical and occupational variables from the employees, preserving their anonymity. There were made tables and charts for frequency distribution, mean, median and standard deviation for each variable and a descriptive analysis.
RESULTS: There were 1772 sick leaves from 603 employees, the most part being listed on the nursing professionals - PENF (57.4%). The total number of licenses from CHPB was 1090, while the HRBJA, there were 682 sick leaves counted. In both hospitals, the PENF group showed a higher prevalence in the license count, being 61.7% on the CHPB and 54.5% on HRBJA. It was observed that the main causes of absenteeism were musculoskeletal system and connective tissue diseases, followed by respiratory injuries.
CONCLUSION: Absenteeism evaluation is extremely important for creating strategies to identify and reduce your incidence in the workplace, avoiding additional and preserving the workers' welfare.

Keywords Absenteeism; Health Profile; Licensure.

3 - Alterações na qualidade de vida provocadas pelo tratamento em pacientes oncológicos

Changes in quality of life of cancer patients caused by treatment

Carolina Nogueira Paiva; Ciro Araújo Puiatti; Daniela Magalhães Moreira dos Santos; Guilherme Guerson Subirá; Jaísa Santana Teixeira; Lumma Vitória Ávila Menezes de Souza; Márcio Heitor Stelmo da Silva; Elayne Muniz; Antônio José Fonseca de Paula; Priscilla Brunelli Pujatti

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S11-S16, Mai, 2017

INTRODUÇÃO: a quimioterapia (QT) é o tratamento de escolha na maioria dos tratamentos oncológicos, porém ela pode desencadear uma série de efeitos adversos, afetando a qualidade de vida (QV) dos pacientes.
OBJETIVO: avaliar as alterações na QV de pacientes oncológicos provocadas pelo tratamento quimioterápico, por meio da comparação da QV e seus domínios específicos antes, durante e após o tratamento.
MÉTODOS: 65 pacientes responderam a um questionário sociodemográfico, ao questionário EORTC-C30 3.0 e ao questionário específico correspondente ao tipo de câncer. As variáveis quantitativas foram comparadas pelo teste de Kruskal-Wallis com nível de significância de 5%.
RESULTADOS: os tipos de tumores mais prevalentes foram câncer de mama (36,92%) e colorretal (18,46%). A maioria dos pacientes apresentou estadiamento III (47,69%) e II (33,85%). A quimioterapia isolada foi o tratamento mais prevalente (46,15%). Foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre os escores obtidos antes, durante e após o tratamento nas escalas geral (p=0,0376) e de sintomas (p=0,0027). Já na escala funcional não houve diferença estatisticamente significativa (p=0,0816).
CONCLUSÃO: a influência da quimioterapia na qualidade de vida foi evidenciada no âmbito da saúde geral, dos sintomas, sobretudo diarreia, náusea e vômito e no aspecto financeiro. Além disso, evidencia-se a piora de aspectos emocionais e sociais em decorrência do tratamento e da debilidade provocada pela própria doença.

Palavras-chave Oncologia; Qualidade de Vida; Quimioterapia; Neoplasias/quimioterapia.

INTRODUCTION: Chemotherapy (QT) is the treatment of choice for most cancer types, but it can take to adverse effects, affecting patients' quality of life (QoL).Objective. To evaluate changes in quality of life (QoL) in cancer patients caused by chemotherapy, by comparing QoL and its specific domains before, during and after treatment.
MATERIALS AND METHODS: 65 cancer patients treated at a hospital in Minas Gerais answered to a sociodemographic questionnaire, EORTC-C30 questionnaire 3.0 and specific questionnaire corresponding to their type of cancer. Quantitative variables were compared using the Kruskal-Wallis test with 5% significance level.
RESULTS: The most prevalent types of tumors were breast (36.42%) and colorectal (18.36%). Most of the patients were stage III (47.69%) or II (33.85%). Chemotherapy alone was the most prevalent treatment (46.15%). Statistically significant differences were observed between the scores obtained before, during and after treatment only in general health (p=0.0376) and symptoms scales (p=0.0027). There were no significant statistical differences in the functional scale (p = 0.0816).
CONCLUSION: The influence of chemotherapy on quality of life was observed in the general health and symptoms, especially diarrhea, nausea and vomiting, and financial aspect. In addition, it highlights the worsening of emotional and social aspects as a result of treatment and weakness caused by disease itself.

Keywords Medical Oncology, Quality of Life, Drug Therapy; Neoplasms; /drug therapy.

4 - Avaliação da sobrevida global de pacientes com câncer de mama atendidas em Barbacena, MG

Evaluation of overall survival of breast cancer patients in Barbacena, MG

Fernanda Villela Alvarenga; Maria Júlia de Alvarenga Lage; Natasha Alves Muzel; Sarah Martins Magalhães Almeida; Stella Pádua Nogueira Teixeira; Elayne Muniz; Antônio José Fonseca de Paula; Priscila Brunelli Pujatti

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S17-S22, Mai, 2017

INTRODUÇÃO: o câncer de mama é o mais incidente em mulheres, excetuando-se os casos de pele não melanoma. É a quinta causa de morte por câncer em geral e a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres. A sobrevida tem a intenção de aumentar a consciência da manutenção dos dados da expectativa de vida atualizados.
OBJETIVO: analisar a sobrevida dos pacientes com câncer de mama atendidos em uma cidade de médio porte do interior de Minas Gerais.
MÉTODO: realizou-se estudo clínico prospectivo, transversal, a partir da análise de prontuários de 190 pacientes diagnosticados com câncer de mama, a partir de 2010. Os pacientes foram selecionados por meio de consulta ao Registro Hospitalar de Câncer. Calculou-se a probabilidade condicional de sobrevida pelo método de Kaplan-Meier.
RESULTADO: os pacientes eram majoritariamente do sexo feminino (98,95%), entre a faixa etária de 51 a 60 anos (26,31%), leucodermos (74,21%) e de convênio particular (57,8%). A maioria dos pacientes apresentou o estadiamento II (30,5%) e teve como localização primária a neoplasia maligna da mama não especificada (93,68%). Neste trabalho encontrou-se sobrevida média global de 85,13%. Pacientes atendidos pelo convênio possuíam estadiamento menor, estágios I e II, quando comparados com aqueles atendidos pelo SUS, estágios II e III (p=0,001). Aqueles encaminhados pelo SUS apresentaram menos sobrevida global em relação ao encaminhamento particular (p=0,0073).
CONCLUSÃO: a sobrevida média global foi de 85,13%. Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre o estadiamento no momento do diagnóstico e a sobrevida global.

Palavras-chave Neoplasias da Mama; Estadiamento de Neoplasias; Sobrevida; Análise de Sobrevida.

INTRODUCTION: Breast cancer is the most frequent type of câncer in women, except for cases of non-melanoma skin cancer. It is the fifth cause of cancer death in general and the most common cause of cancer death in women. Survival analysis is intended to keep life expectancy data updated.
OBJECTIVE: To analyze the overall survival of patients with breast cancer in a medium-sized city in the interior of Minas Gerais.
METHOD: A prospective, cross-sectional clinical study was carried out through the analysis of medical records of 190 patients diagnosed with breast cancer from 2010 to 2014. Patients were selected through evaluation of Hospital Registry of Cancer. The conditional probability of survival was calculated using Kaplan-Meier method.
RESULTS: Patients were predominantly female (98.95%), 51-60 years (26.31%), leukoderma (74.21%) and had private health insurance (57.8%). Most of patients were stage II (30.5%) and had unspecified breast malignant neoplasm as primary site (93.68%). In this study, an overall survival of 85.13% was found. Patients with private health insurance had lower stagingwhen compared to those using public healthcare (p = 0.001). Those referred by the public healthcare system presented lower overall survival in relation to privately insured (p = 0.0073).
CONCLUSION: The overall survival was 85.13%. No statistically significant differences were observed between staging at the time of diagnosis and overall survival.

Keywords Breast Neoplasms; Neoplasm Staging; Survivorship (Public Health); Survival Analysis.

5 - Avaliação de qualidade de vida e custos na saúde suplementar baseada no plano de cuidado multidisciplinar de pacientes com doenças crônicas não transmissíveis

Assessment of quality of life and costs in the health insurance based on the multidisciplinary care plan for patients with chronic non-communicable diseases

Ana Luiza Vieira de Resende; Eduarda Faria Barbosa; Leticia de Oliveira Santiago; Nayara Cecília Ferreira Silva; Rebeca Goecking Ruas; André Luiz Pimentel

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S23-S29, Mai, 2017

INTRODUÇÃO: as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) interferem diretamente na qualidade de vida (QV) das pessoas e impactam de forma significativa no orçamento da saúde suplementar. É imprescindível buscar medidas para minimizar esse quadro, sendo a prevenção e promoção da saúde uma possível alternativa.
OBJETIVOS: verificar se o acompanhamento de pacientes com DCNT pela equipe multidisciplinar na saúde suplementar resulta na melhora da qualidade de vida do paciente e na redução de custos para uma cooperativa de saúde.
MÉTODOS: estudo coorte retrospectivo-prospectivo realizado com portadores de DCNT e participantes do "Programa de Acompanhamento de Crônicos" na Unimed Barbacena-MG. Foi aplicado o questionário SF-36 em dois momentos para comparação da QV dos pacientes após um ano de acompanhamento; realizou-se o levantamento dos gastos com consultas médicas e exames complementares pela Unimed referentes às DCNTs durante os anos de 2014 e 2015; e compararam-se os valores reais gastos com os pacientes com os valores que deveriam ser gastos se seguissem as recomendações das Diretrizes Brasileiras de Especialidades.
RESULTADOS: em relação à QV, no período de um ano houve melhora estatisticamente significante dos domínios: aspectos sociais; saúde mental e dor. Ao comparar o valor calculado de acordo com as diretrizes com o valor real gasto com os pacientes, apurou-se diferença de 51,66% em 2014 e de 53,37% em 2015.
CONCLUSÕES: tornam-se evidentes os benefícios da realização de programas de prevenção e promoção de saúde para os portadores de DCNT em relação à qualidade de vida e aos custos despendidos.

Palavras-chave Saúde Suplementar; Doenças Crônicas; Equipe Multidisciplinar; Qualidade de Vida; Custos.

INTRODUCTION: Noncommunicable Chronic Diseases (CNCDs) interferes directly with people's Quality of Life (QoL) and have a significant impact on the supplemental health budget. It is imperative to seek measures to minimize this situation, and prevention and health promotion is a possible alternative. Objectives: To verify if the follow-up of patients with CNCD by a multidisciplinary team in the supplementary health results in the improvement of the quality of life of the patient and in the reduction of costs for a health cooperative.
METHODS: A retrospective-prospective cohort study was carried out with patients with CNCD and participants in the "Programa de Acompanhamento de Crônicos " at Unimed Barbacena - MG. The SF-36 questionnaire was applied in two moments to compare the patients' QoL after one year of follow-up; The survey of the expenditures for medical consultations and complementary examinations by Unimed for the DCNT during the years of 2014 and 2015 and the comparison of the actual values spent with the patients with the values that would have to be spent if they followed the recommendations of the Brazilian Guidelines of Specialties.
RESULTS: ¡n relation to QoL, in the one-year period, there was a statistically significant improvement of the domains: Social Aspects; Mental Health and Pain. When comparing the value calculated according to the guidelines with the actual value spent with patients, a difference of 51.66% in 2014 and 53.37% in 2015 was observed.
CONCLUSIONS: The benefits of performing Programs for the prevention and promotion of health for people with CNCDs in relation to the quality of life and in relation to the costs incurred.

Keywords Supplemental health; Chronic Disease; Multidisciplinary Team; Quality of life; Costs.

6 - Avaliação do uso de medicamentos em idosos de acordo com o critério de Beers

Evaluation of drug use in the elderly according to Beers criteria

Ana Cláudia Guerra Dutra de Resende; Fernanda Bogado Carvalho Costa; Igor Reggiani Gomes; Juliana Gonçalves Araújo; Mariana de Miranda Suguino; Carlos Eduardo Leal Vidal

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S30-S36, Mai, 2017

INTRODUÇÃO: os idosos representam 11,34% da população brasileira. Essa parte da população é responsável pelo uso de aproximadamente 30% de toda a medicação prescrita, fato este que corrobora a forte presença de polimedicação.
OBJETIVO: verificar a frequência de prescrições de medicamentos considerados iatrogênicos aos idosos segundo o critério de Beers.
MÉTODOS: estudo em delineamento transversal, em que foram entrevistados 243 idosos assistidos pelo Programa de Saúde da Família (PSF) na cidade de Barbacena-MG. Para cada idoso foi utilizado um questionário dividido em três partes: identificação, autopercepção de saúde e o critério de Beers.
RESULTADOS: dos 243 idosos, 87 (35,8%) faziam uso de pelo menos um medicamento e classes de medicamentos potencialmente inapropriados. Desses 87 idosos, a maioria era inativa, branca, do sexo feminino; a média de idade foi de 72,18 anos, 34 (39,1%) casados e 54 (62,1%) cursaram o ensino fundamental; 47 (54,0%) declararam nunca terem fumado, 70 (80,4%) não faziam uso de bebida alcoólica e 69 (79,3%) eram sedentários. A média de internações nos últimos três anos foi de 0,56 e 3,7 medicamentos por idoso, valor encontrado para esse grupo. Os fatores de risco considerados significativos (p<0,05) para o uso de medicação iatrogênica foram escolaridade, uso de bebida alcoólica e internação nos últimos três anos.
CONCLUSÕES: o uso inadequado de medicamentos por idosos é bastante expressivo na população assistida pelo PSF em Barbacena. Essa verificação implica a necessidade de promoção do uso racional dos medicamentos.

Palavras-chave Idoso; Preparações Farmacêuticas; Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos; Interações de Medicamentos; Doença Iatrogênica.

INTRODUCTION: The elderly represent about 11,34% of Brazilian population. This part of the population is responsible for the use of nearly 30% of all the prescribed medication and this fact confirms that there is a strong presence of polypharmacy.
OBJECTIVE: Verify the frequency of prescriptions of drugs considered iatrogenic to the elderly according to the Beers Criteria.
METHODS: A cross-sectional study was conducted, in which 243 seniors assisted by Programa Saúde da Família (PSF) in the city of Barbacena were interviewed, Minas Gerais, were interviewed. A questionnaire was used for each elder and it was divided into three parts: identification, health perception and Beers Criteria.
RESULTS: Of the 243 elderly, 87 (35,8%) used at least one drug and potentially inappropriate drug classes. Of these 87 seniors, most were inactive, white and female; the average age was 72,18 years, 34 (39,1%) were married and 54 (62,1%) attended elementary school; 47 (54,0%) reported never having smoked, 70 (80,4%) did not use alcoholic beverages and 69 (79,3%) were sedentary. The average number of hospitalization in the last three years was 0,56 and 3,7 drugs per elderly was the value found for this group. The risk factors considered significant (p < 0,05) for the use of iatrogenic medication were schooling, alcohol use and hospitalization in the last three years.
CONCLUSION: The improper use of drugs for the aged people is very significant in the population assisted by the PSF in Barbacena. This finding involves the need to promote rational use of medicines.

Keywords Aged; Pharmaceutical Preparations; Drug-Related Side Effects and Adverse Reactions; Drug Interactions; Iatrogenic Disease.

7 - Estudo comparativo dos resultados perinatais de recém-nascidos em gestantes de alto risco atendidas na Santa Casa de Barbacena, Minas Gerais

Comparative study of perinatal results of newborns in high risk pregnancy attended in Santa Casa de Barbacena, Minas Gerais

Bárbara Varella Bastos Corrêa; Lucas Soares Simizo Benedicto; Lucas Viana Santa-Cecília; Raquel Nezio de Carvalho; Renata Sousa de Castro; Marco Aurélio Bernardes de Carvalho

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S37-S44, Mai, 2017

OBJETIVO: o presente trabalho objetivou comparar os resultados perinatais dos recém-nascidos (RN) de gestantes de alto risco com os RNs de gestantes de risco habitual atendidas na Santa Casa de Misericórdia de Barbacena, Minas Gerais (MG).
MÉTODOS: estudo observacional caso e controle de 280 gestantes, sendo verificados os resultados perinatais dos RNs e feito um comparativo entre os classificados de alto risco e baixo risco. Os dados foram obtidos a partir da aplicação de questionário, revisão de prontuário e cartão perinatal. O questionário constituiu de variáveis socioeconômicas, gestacionais e relativas ao RN.
RESULTADOS: quando comparadas às gestantes de baixo risco, as de alto risco apresentaram resultados significantes em: mais procedência de outras cidades (RR=1,3), maior índice de partos abdominais (RR=1,25), menor número de consultas pré-natal realizadas (RR=1,75), maior quantidade de partos pré-termo realizados, maior número de gestantes em extremo da idade, mais uso de medicamentos (RR=22,5), prevalência de obesidade, maior número de RN com baixo peso (RR=7,06), mais necessidade de uso de corticoide (RR=10,26), maior número de RN em UTI (RR=18,79).
CONCLUSÕES: os RNs oriundos de gestações de alto risco apresentaram piores resultados perinatais quando comparados aos das gestantes de risco habitual.

Palavras-chave Gravidez; Gravidez de Alto Risco; Resultado da Gravidez; Mortalidade Perinatal; Recém-Nascido.

OBJECTIVE: This study compared perinatal outcomes of newborns (NB) of high-risk pregnant women with NB of normal risk pregnant women in Santa Casa de Misericórdia de Barbacena, Minas Gerais (MG).
METHODS: Observational case and control of 280 pregnant women, checking perinatal outcomes of NB and making a comparison between high-risk and low-risk pregnancy. Data were obtained through a questionnaire, chart review and perinatal card. The questionnaire consisted of socioeconomic, gestational and NB variables.
RESULTS: When compared to low-risk pregnant women, high-risk showed significant results in: more pregnant from others cities (RR = 1.3), higher rate of abdominal deliveries (RR = 1.25), fewer prenatal appointment (RR = 1.75), greater number of preterm births, larger number of patients in extreme age, greater use of drugs (RR = 22.5), prevalence of obesity, more NB with low weight (RR = 7.06), greater need for corticosteroid use (RR = 10.26), more NB ICU (RR = 18.79).
CONCLUSIONS: NB coming from high-risk pregnancies had worse perinatal outcomes compared to usual risk pregnant women.

Keywords Pregnancy; Pregnancy, High-Risk; Pregnancy Outcome; Perinatal mortality; Infant, Newborn.

8 - Fatores modificadores da qualidade de vida em pacientes submetidos à cirurgia de catarata no sistema público de saúde

Factors modifying the quality of life in patients submitted to cataract surgery in the public health system

André Lopes Carvalho Pereira; Bárbara Machado da Silveira; Felipe Corrêa Alves Martins; Júlia Martins Azevedo Eyer Thomaz; Márcio Heitor Stelmo da Silva; Priscilla Brunelli Pujatti; Beatriz Toneli Lopes

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S45-S51, Mai, 2017

INTRODUÇÃO: a catarata caracteriza-se por opacidade do cristalino, sendo considerada a principal causa de cegueira reversível no mundo. É um problema de saúde pública, por reduzir a acuidade visual e, portanto, a qualidade de vida.
OBJETIVO: avaliar o impacto na qualidade de vida em pacientes submetidos à cirurgia de catarata, utilizando o questionário VF-14.
MÉTODOS: estudo clínico prospectivo, transversal, com 85 pacientes do Sistema Único de Saúde submetidos à cirurgia de catarata no Centro Oftalmológico de Minas Gerais, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Incluíram-se pacientes maiores de 18 anos submetidos à cirurgia de catarata em um ou nos dois olhos entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2016, com qualquer nível de acuidade visual. Foram coletados os dados por meio de questionário sociodemográfico e do instrumento de avaliação da qualidade de vida VF-14 e processados em software estatístico.
RESULTADOS: antes do procedimento, 12,9% obtiveram pontuação entre 81 e 100 e, após, 77,6% alcançaram essa pontuação, evidenciando melhora significativa (p=0,0001) da qualidade de vida. No olho direito, antes da cirurgia, nenhum paciente tinha acuidade visual 20/20; após, 26,98% obtiveram 20/20 de acuidade visual. No olho esquerdo, 1,56% dos pacientes tinha a acuidade visual 20/20 antes da cirurgia e 26,56% após. Portadores de astigmatismo obtiveram melhora na qualidade de vida inferior em relação aos não portadores (p=0,0473).
CONCLUSÃO: a cirurgia de catarata tem impacto positivo na qualidade de vida e na acuidade visual dos pacientes. Esse impacto é inferior nos portadores de astigmatismo.

Palavras-chave Catarata; Extração de Catarata; Qualidade de Vida; Acuidade Visual; Saúde Pública.

INTRODUCTION: Cataract is characterized by opacity of the crystalline lens and is considered the main cause of reversible blindness in the world. It is a public health problem for reducing visual acuity and, therefore, the quality of life.
OBJECTIVE: To evaluate the impact on quality of life in patients submitted to cataract surgery using the VF-14 questionnaire.
METHODS: Prospective, cross-sectional clinical study with 85 patients from the Unified Health System submitted to cataract surgery at the Ophtalmological Center of Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais. We included patients older than 18 years who underwent cataract surgery in one or two eyes between December 2014 and February 2016, with any level of visual acuity. We collected the data through a socio-demographic questionnaire and the VF-14 quality of life assessment instrument and processed in statistical software.
RESULTS: Before the procedure, 12.9% scored between 81 and 100; afterwards, 77.6% achieved this score, evidencing a significant improvement (p = 0.0001) in quality of life. In the right eye, prior to surgery, no patient had 20/20 visual acuity; After that, 26.98% obtained 20/20 visual acuity. In the left eye, 1.56% of patients had visual acuity 20/20 before surgery and 26.56% after. Astigmatism patients presented improvement in inferior quality of life in relation to non-patients (p = 0.0473).
CONCLUSION: Cataract surgery has a positive impact on patients' quality of life and visual acuity. This impactis lower in those with astigmatismo.

Keywords Cataract; Cataract Extraction; Quality of Life; Visual Acuity; Public Health.

9 - Frequência e fatores associados ao sobrepeso e obesidade em escolares de 7-10 anos de Barbacena, Minas Gerais, Brasil

Frequency and factors associated with overweight and obesity in schoolars of 7-10 years old from Barbacena, Minas Gerais, Brazil

Davi Ramalho Santos; Henrique Safar Borges; Devaki de Araujo Cruz Attanasio; Lucas Márcio Carvalho Pereira; Manoel José Rodrigues Pereira Júnior; Matheus Caique Gomes Pimenta; Pedro Assis Ferreira Menezes; Benedito de Oliveira Veiga

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S52-S59, Mai, 2017

INTRODUÇÃO: estudos revelam a obesidade infantil como fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e diabetes. Dietas hipercalóricas, ausência de aleitamento materno, sedentarismo e fatores genéticos estão relacionados ao ganho de peso.
OBJETIVO: estabelecer a prevalência de excesso de peso em escolares de sete a 10 anos em escolas públicas e privadas da cidade de Barbacena-MG e relacionar a fatores de risco e sociodemográficos.
MÉTODOS: hábitos de vida e dados socioculturais foram avaliados por meio de questionário entregue a 789 alunos. Dados antropométricos foram obtidos pela medição do peso e altura para cálculo do índice de massa corporal (IMC).
RESULTADOS: a prevalência global de excesso de peso foi de 47,8%, sendo 45,45% nas escolas públicas e 56,40% nas escolas privadas. Foi significante a relação com renda familiar, sexo, idade, tipo de escola e escolaridade materna. Não houve relação entre excesso de peso e prática de atividades físicas ou sedentárias e aleitamento materno.
CONCLUSÃO: foi constatada alta prevalência de crianças acima do peso no município de Barbacena.

Palavras-chave Peso Corporal; Obesidade; Sobrepeso; Fatores de Risco; Criança.

INTRODUCTION: Studies indicate the infant obesity as a risk factor for developing cardiovascular disease and diabetes. High fat diet, lack of breastfeeding, physical inactivity and genetic factors are related to weight gain.
OBJECTIVE: To determine the prevalence of overweight in students aged 7 to 10 years in public and private schools in Barbacena-MG and relate to sociodemographic and risk factors.
METHODS: Lifestyle habits, diet and socio-cultural data were evaluated through a questionnaire given to 789 students. Anthropometric data were obtained by measuring the weight and height to calculate Body Mass Index (BMI).
RESULTS: The overall prevalence of overweight was 47.8%, and 45.45% in public schools and 56.40% in private ones. Was significant the relationship with family income, sex, age, type of school, maternal education. Overweight was not related with physical or sedentary activity and breastfeeding.
CONCLUSION: It was found a high prevalence of overweight children in the city of Barbacena.

Keywords Body Weight; Obesity; Overweight; Risk Factors; Child.

10 - Morte e luto: vivências de pediatras em unidades de terapia intensiva pediátrica e neonatal nas microrregiões de Barbacena e São João Del Rei

Death and mourning: experiences of pediatricians from pediatric and neonatal intensive care units in the microregions of Barbacena and São João del Rei

Maíra Costa Navais; Mônica Pereira Campanha Viegas; Renata Pereira Rodrigues; Renata Tiemi Moreira de Resende; Luiz Chartuni Teixeira

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S60-S65, Mai, 2017

INTRODUÇÃO: a atuação dos pediatras nas unidades de terapia intensiva neonatal e pediátrica (UTIN e UTIP) possui diversas singularidades. Nesse cenário, o pediatra depara-se com situações extremas ligadas à morte das crianças assistidas. Diante disso, não conseguir evitar a morte pode trazer ao profissional a vivência do luto e de seus limites.
OBJETIVO: conhecer o significado da morte das crianças para os médicos pediatras das UTIN e UTIP das microrregiões de Barbacena e de São João del Rei, Minas Gerais.
MATERIAIS E MÉTODOS: trata-se de estudo clínico-qualitativo de oito pediatras nas UTIN e UTIP das duas microrregiões. Foram realizadas entrevistas semidirigidas e o material foi submetido à análise qualitativa de conteúdo.
RESULTADOS: os resultados indicam que as pediatras das UTIN e UTIP vivenciam o luto de forma diferente de acordo com o vínculo estabelecido com a criança e com a idade do paciente. Verificou-se também o sofrimento dos profissionais que não se sentem preparados para a comunicação da má notícia e reconhecem seus limites e medos.
CONCLUSÃO: a morte gera sentimentos de pesar, impotência e angústia. O processo do luto do profissional ainda não é reconhecido e existe pouca oportunidade de expressão pública para facilitar sua vivência.

Palavras-chave Morte; Pesar; Pediatria; Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica; Unidades de Terapia Intensiva Neonatal.

INTRODUCTION: The role of pediatricians in Neonatal and Pediatric Intensive Care Units (NICU and PICU) has several singularities. In this scenario, the pediatrician is faced with extreme situations linked to the death of the attended children. Being unable to prevent death, the professional may experience mourning and the limitations caused by death. Goal: To investigate the meaning of children's death to pediatricians of the NICU and PICU in the micro- region ofBarbacena and São João del Rei, Minas Gerais. Materials and
METHODS: It is a clinical-qualitative study of 8 pediatricians in NICU and PICU of the two micro-regions. Semi-structured interviews were conducted and the material was submitted to qualitative content analysis.
RESULTS: The results indicate that the pediatricians of the NICU and PICU experience grief differently, according to the bond established with the child and the age of the patient. It was also found suffering in the professionals, as they do not feel prepared for the communication of bad news,thus recognizing their limits and fears.
CONCLUSION: Death generates feelings of grief, helplessness and distress. These professionals' grief is still not recognized and there is little opportunity for public expression to facilitate the experience of this process.

Keywords Death; Grief; Pediatrics; Intensive Care Units, Pediatric; Intensive Care Units, Neonatal.

11 - Vulnerabilidade ao HIV/AIDS entre universitários de Barbacena - MG

Vulnerability to HIV / AIDS among college students in Barbacena - MG

Aline Fonseca Lima; Anna Corina de Andrada Couto e Andrada; Isabela D' Heronville Piau Vieira; Rodrigo Philippe Nogueira Reis da Silva; Tomas Ferrão Paiva; Leda Marília Fonseca Lucinda; Sônia Torres Horta de Araújo

Rev Med Minas Gerais; 27.(Suppl.1):S66-S72, Mai, 2017

OBJETIVO: Avaliar e comparar o conhecimento e a vulnerabilidade dos universitários sobre HIV/AIDS entre as áreas de saúde e outras, enfatizando o impacto desse conhecimento nas situações vulnerabilidade.
MÉTODOS: Foram entrevistados 1019 universitários, divididos entre as áreas de saúde e outras áreas. Os dados foram levantados através da aplicação de questionário aos estudantes das seguintes instituições: Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC), Faculdade de Medicina de Barbacena - FUNJOBE, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sudeste de Minas Gerais (IFET) e Centro Educacional Superior Aprendiz em Barbacena - MG.
RESULTADOS: Ao avaliar a autopercepção de cada indivíduo, 479 (47,80%) acharam que o risco de contrair HIV/AIDS é pouco possível. Em relação ao uso de preservativo, aproximadamente 99% dos universitários referiram ter o conhecimento sobre a importância do seu uso na prevenção do HIV, entretanto quando questionados sobre a frequência deste uso, apenas 335 (32,87%) relataram fazer o uso contínuo. Houve maior prevalência do não uso de preservativo entre o grupo não saúde pelo motivo "desejo de ter filhos".
CONCLUSÃO: Apesar do elevado conhecimento sobre HIV/AIDS demonstrado no estudo, a maior vulnerabilidade dos universitários nas duas áreas está relacionada à baixa adesão ao uso de preservativo.

Palavras-chave Vulnerabilidade em Saúde; HIV; Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; Educação Superior; Estudantes; Estudantes de Ciências da Saúde.

OBJECTIVE: To evaluate and compare the knowledge and vulnerability about HIV/AIDS among health group college students and college students of other areas, emphasizing the impact of knowledge on vulnerabilities.
METHODS: 1019 students were interviewed, divided between health group and another group. The data were collected through questionnaires from students of the following institutions: Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC), Faculdade de Medicina de Barbacena - FUNJOBE, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sudeste de Minas Gerais (IFET) and Centro Educacional Superior Aprendiz em Barbacena - MG.
RESULTS: When evaluating each individual perception, 479 (47,80%) found that the risk of contracting HIV / AIDS is hardly possible. Regarding the use of condoms, almost 99% of the students reported to know the importance of using them to prevent HIV but when asked about the frequency of use, only 335 (32,87%) make continuous use. There was higher prevalence of not using condom among non-health group for the reason "desire to have children.
CONCLUSION: Despite the high knowledge of HIV / AIDS demonstrated in the study, the greater vulnerability of students in both areas is related to low adherence to condom use.

Keywords Health Vulnerability; HIV; Acquired Immunodeficiency Syndrome; Education, Higher; Students; Students, Health Occupations.