RMMG - Revista Médica de Minas Gerais

Volume: 25. (Suppl.5) DOI: http://www.dx.doi.org/

 

Editorial

1 - Mensagem da Coordenadora do IV Congresso SAMMG

Thais Ap. Reis Lage

Rev Med Minas Gerais; 25.(Suppl.5):S1, Out, 2015

Artigo de Revisão

2 - Dor irruptiva oncológica: revisão da literatura e análise crítica do seu tratamento

Critical analysis of breakthrough cancer pain treatment

Giulia Campos Lage; Priscilla Benfica Cirilio; Paulo César Rodrigues Pinto Corrêa

Rev Med Minas Gerais; 25.(Suppl.5):S10-S13, Out, 2015

Breakthroughpain ou dor irruptiva oncológica (DIO) é uma exacerbação da dor em pacientes com dor basal oncológica estabilizada e que já recebem terapia com opioides. O objetivo do estudo foi identificar as melhores terapias farmacológicas para o correto tratamento da condição. Realizou-se pesquisa nas bases de dados MEDLINE e LILACS e foram selecionados artigos que abordavam o tratamento da dor e que comparavam os resultados de diferentes medicações. Dos 38 artigos identificados na busca, os 22 disponíveis (pelo portal Capes ou livremente na internet) foram usados. Trabalhos e pesquisas brasileiros e escritos em português sobre a DIO são escassos, o que pode constituir um empecilho para se instituir o tratamento eficaz da condição em nosso país. O tratamento convencional com morfina, que ainda é utilizado no Brasil, mostrou-se ineficaz pelo longo tempo de início de ação. A partir de evidências atuais, o CF spray nasal alcançou alto nível de alívio da dor em um tempo mais curto. Esses resultados precisam ser amplamente divulgados em nosso país, uma vez que o tratamento no Brasil é geralmente realizado com morfina.

Palavras-chave Dor Crônica; Neoplasias; Conduta do Tratamento Medicamentoso.

Breakthrough cancer pain (BCP) is characterized by an exacerbation of pain in patients with background cancer pain adequately controlled with opioides.The aim of the study was to identify the best drug therapies for the correct treatment of BCP. A search in MEDLINE and LILACS databases was conducted. The articles that addressed the treatment of BCP and those that compared the results of different medications were selected. Of the 38 papers on the subject, 22 were used (those freely available at the web or through Capes portal). There are quite a few Brazilian research or papers on BCP, which could be a major setback to establishing an effective treatment for BCP in Brazilian patients. Conventional treatment with morphine, widely used in Brazil, is ineffective due to its long gap for onset of action. Current evidence suggests that FC pectin nasal spray reached a higher level of pain relief in a shorter time. These results must be widely spread in our country, since the usual prescribed treatment in Brazil seems to still be morphine.

Keywords Chronic Pain; Neoplasms; Medication Therapy Management.

Artigo Original

3 - Cuidados paliativos no manejo da insuficiência cardíaca

Palliative care in the management of heart failure

Thiago Guimarães Teixeira; Luiz Eduardo de Freitas Xavier; Liliane de Abreu Rosa; Carolina Belfort Rezende Fonseca; Vinícius Tostes Carvalho

Rev Med Minas Gerais; 25.(Suppl.5):S14-S17, Out, 2015

INTRODUÇÃO: a insuficiência cardíaca (IC) é uma condição que determina grande sofrimento aos pacientes. Entretanto, a prática de cuidados paliativos (CP) no seu manejo ainda é bastante incipiente.
OBJETIVOS: analisar a distribuição territorial dos serviços de CP no Brasil e discutir o papel destes no manejo de pacientes com IC.
METODOLOGIA: estudo exploratório documental, com informações demográficas e epidemiológicas obtidas do DATASUS e do IBGE. A relação dos serviços de CP foi obtida da Associação Brasileira de Cuidados Paliativos (ABCP), da Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP) e do Ministério da Saúde (MS). A revisão bibliográfica foi realizada nas bases PubMed, LILACS e Scielo, usando os descritores insuficiência cardíaca, cuidados paliativos, qualidade de vida e assistência terminal.
RESULTADOS: entre 1996 e 2013 houve mais de 500 mil óbitos por IC no país. Em 2014, os custos hospitalares para tratamento de IC foram superiores a R$ 315 milhões. Embora os CP sejam eficazes no manejo da IC, há baixa disponibilidade desses serviços, que se concentram principalmente no Sudeste, vinculados a instituições oncológicas.
CONCLUSÃO: a IC é uma síndrome clínica complexa que exige abordagem interdisciplinar. A atenção holística provida pelos CPs mostra-se eficaz na redução de internações por doença descompensada, na incidência de depressão e na melhoria da qualidade de vida do paciente.

Palavras-chave Insuficiência Cardíaca; Cuidados Paliativos; Qualidade de Vida; Assistência Terminal.

INTRODUCTION: Heart failure (HF) is a condition that results in great suffering to patients. However, the practice of palliative care in their management is still incipient.
OBJECTIVE: The aim of this study was to analyze the territorial distribution of palliative care services in Brazil and discuss their role in the treatment of patients with HF.
METHODS: This is a documental exploratory study, with information obtained from DATASUS, IBGE, the Brazilian Association of Palliative Care (ABCP) and the National Palliative Care Academy (ANCP). A literature review was conducted on PubMed, LILACS and Scielo, using the descriptors Heart Failure, Palliative Care, Quality of Life and Terminal Care.
RESULTS: Between 1996 and 2013 there were over than 500.000 deaths due to HF in Brazil. In 2014, hospital costs for treating HF were higher than R$ 315 million. Despite the evidence of the effectiveness of palliative care in heart failure's management, there is low availability of these services, which is mainly concentrated in the southeast of the country, linked to oncological institutions.
CONCLUSION: The HF is a clinical syndrome that requires an interdisciplinary approach. The holistic care provided by palliative care is effective in reducing hospitalizations for complications of the HF, the incidence of depression and in improving the patient's quality of life.

Keywords Heart Failure; Palliative Care; Quality of Life; Terminal Care.

4 - Detecção precoce e resolução de deficiência visual em escolares da cidade de Patos de Minas

Early detection and resolution of visual impairment in students from the city of Patos de Minas

Sarah de Oliveira Figueiredo; Iara Luana Figueiredo Roque; Iris Isabela da Silva Medeiros Guimarães; Lorena Marques de Piau Vieira; Naiara da Silva Amaral; Rosilene Maria Campos Gonzaga

Rev Med Minas Gerais; 25.(Suppl.5):S18-S21, Out, 2015

INTRODUÇÃO: a integridade da visão é indispensável para o desempenho escolar. Cerca de 7,5 milhões de crianças são portadoras de alguma deficiência visual e apenas 25% delas apresentam sintomas. Diante disso, ações de promoção de saúde assumem importância decisiva, o que justifica a realização deste projeto.
METODOLOGIA: o projeto realizou a triagem oftalmológica de 182 crianças, por meio do teste de Snellen, na Escola Estadual Ilídio Caixeta, em Patos de Minas, de acordo com os padrões exigidos pela OMS. Foram encaminhados para o serviço de Oftalmologia aqueles que possuíam acuidade visual < 0,7. Diante da ausência de oftalmologistas na rede pública em Patos de Minas, três aceitaram participar voluntariamente, atendendo em seus consultórios sem cobrar honorários. Quando houve necessidade de aquisição de óculos, estes foram oferecidos por meio da parceria com a entidade Rotary Guaratinga.
RESULTADOS E DISCUSSÃO: das 182 crianças avaliadas 20,87% tinham baixa acuidade visual. Percebeu-se também que 78,94% das crianças nunca realizaram consultas oftalmológicas anteriores, comprovando de fato o acesso restrito a poucos. Posteriormente às consultas, os resultados mostraram que 60% necessitaram de óculos.
CONCLUSÃO: o reconhecimento do projeto fora tão marcante que a análise da acuidade visual de escolares de Patos de Minas foi inserida na grade curricular do 2º período do curso de Medicina do UNIPAM. Portanto, a prevenção e a detecção precoce de deficiências visuais são os melhores recursos para combate à visão subnormal e devem ser feitas, preferencialmente, na infância, podendo ser corrigidas com terapêutica adequada.

Palavras-chave Transtornos da Visão/diagnóstico; Visão Ocular; Acuidade Visual; Criança, Saúde Escolar; Técnicas de Diagnóstico Oftalmológico; Oftalmologia.

INTRODUCTION: Vision integrity is essential for school performance. About 7.5 million children are visually impaired and only 25% of them present symptoms. Therefore, actions for health promotion take decisive importance, which justifies the realization of this project.
METHODOLOGY: The project held ophthalmic screening of 182 children through the Snellen chart, on the School Escola Estadual Ilídio Caixeta in Patos de Minas, according to the standards required by WHO. Those presenting visual acuity < 0.7 were referred to ophthalmologic service. Due to the absence of ophthalmologists working for public health system in Patos de Minas, three ophthalmologists agreed to participate voluntarily, attending medical consults without charging fees. When there was need to purchase glasses, they were offered by a partnership with the Rotary entity Guaratinga.
RESULTS AND DISCUSSION: Of the 182 children evaluated, 20.87% had low visual acuity. We also noticed that 78.94% of children never made previous ophthalmologic consultations, proving in fact the access is restricted to few. After the consultations, results showed that 60% needed glasses.
CONCLUSION: The recognition of the project was so great that the analysis of visual acuity school Patos de Minas was included in the curriculum of 2nd period of the medical course of UNIPAM. Therefore, prevention and early detection of visual impairment are the best resources for combating low vision and must be made, preferably, in childhood and can be corrected by appropriate treatment.

Keywords Vision Disorders/diagnosis; Vision, Ocular; Visual Acuity; Diagnostic Techniques, Ophthalmological; Child; School Health; Opthalmology.

5 - Espirometria em pré-escolares asmáticos: avaliação da taxa de sucesso

Spirometry in preschools with asthma: evaluate the success rate

Guilherme Rache Gaspar; Isabella Maria de Freitas Faria; Fabíola Vieira Duarte Baptista; Larissa Germano Rêgo; Nara Sulmonett; Laura Maria de Lima Belizário Facury Lasmar

Rev Med Minas Gerais; 25.(Suppl.5):S22-S25, Out, 2015

INTRODUÇÃO: a asma pode iniciar-se na idade pré-escolar e sua morbidade é elevada. Atualmente, o diagnóstico é centrado apenas no exame clínico, mas a espirometria é um método objetivo realizado rotineiramente em países desenvolvidos. No Brasil, ela é subutilizada e há poucos trabalhos acerca desse tema na literatura nacional.
OBJETIVOS: avaliar a taxa de sucesso da espirometria em pré-escolares asmáticos.
METODOLOGIA: foi realizado estudo transversal no Laboratório de Função Pulmonar do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais entre o período de 2009 e 2013. Foram coletados dados de 238 espirometrias de pré-escolares e destas foram triadas 64 crianças de três a seis anos, com diagnóstico médico de asma, excluindo-se, assim, os testes de pacientes com outros diagnósticos. As espirometrias foram realizadas com base nos critérios de reprodutibilidade e aceitabilidade preconizados pela American Thoracic Society (ATS). Os critérios de aceitabilidade foram: ausência de artefatos nas curvas, início satisfatório da inspiração, inspiração máxima antes do início do teste, evidência de esforço máximo, expiração sem hesitação e término adequado (platô no último segundo da curva expiratória forçada). Em todas as curvas o volume de retroextrapolação foi inferior a 5% da CVF. As curvas foram altamente reprodutíveis, com volumes pulmonares não variando mais de 5%. O paciente realizou quantas tentativas fossem necessárias. A taxa de sucesso foi calculada pelo número de espirometrias aceitáveis e reprodutíveis sobre o número de espirometrias não aceitáveis.
RESULTADOS: foram avaliadas 64 crianças com diagnóstico de asma, 33 de sexo masculino e 31 de sexo feminino. A taxa de sucesso da espirometria foi de 64% (IC 95%, 51,0-75,4). A taxa de sucesso estratificada por idade foi de 60 e 56%, respectivamente, para as idades de três e quatro anos; e 85 e 82%, respectivamente, para as idades de cinco e seis anos.
DISCUSSÃO: a taxa de sucesso do estudo foi elevada e aumentou com a idade, o que reforça que a espirometria é um método não invasivo que poderia ser normatizado nos laboratórios de função pulmonar e contribuiria para o adequado diagnóstico e manejo terapêutico da asma em pré-escolares.
CONCLUSÃO: a maioria das crianças conseguiu realizar a espirometria. Deve-se ter em vista que foi a primeira vez que as crianças realizaram o teste da espirometria, o que revela a viabilidade de aumentar essa taxa adaptando o laboratório às condições preconizadas pela ATS.

Palavras-chave Espirometria; Asma; Pré-escolar; Estudos de Viabilidade; Criança.

INTRODUCTION: The asthma can emerge at the preschool age and it has a high morbidity. For the time being, it's diagnosis is centered around the clinical exam. However, the spirometry is an objective method performed as a routine in developed countries to asses that diagnosis. In Brazil, this test is underexploited and there are only a few papers about this subject at the national literature.
OBJECTIVES: Evaluate the success rate of the spirometry in preschools with asthma.
METHODOLOGY: A cross-sectional study was conducted at the Pulmonary Function Laboratory of the Clinics Hospital, Federal University of Minas Gerais, Brazil, in the period between 2009 and 2013. Data of 238 spirometries were collected and 64 children from 3 to 6 years with medical diagnosis of asma were sorted, excluding, then, the tests of the patients with other pulmonary diseases. The spirometries were performed based on the criteria of reproducibility and acceptability recommended by the American Thoracic Society (ATS). The acceptability criteria were: absence of artefacts at the curves, satisfactory beginning of inspiration, maximum inspiration prior to the beginning of the test, evidence of maximum effort, expiration without hesitation and adequate finishing (presence of plateau at the last second of the forced expiratory curve). At all the curves, the volume of retro-extrapolation was lesser than 5% the VFC. The curves were highly reproducible, with pulmonary volumes not variating more than 5%. The patient performed the test as many times as it was needed. The success rate was calculated by the number of acceptable and reproducible spirometries divided by the number of non-acceptable spirometries.
RESULTS: 64 children with the diagnosis of asthma were evalued, 33 males and 31 females. The success rate was 64% (CI 95%, 51,0 - 75,4). The success rate stratified by age was 60% and 56%, respectively, to the ages of 3 and 4 years old; and 85% e 82%, respectively, to the ages of 5 and 6 years old.
DISCUSSION: The study's success rate was elevated and has increased with age, with reinforces that the spirometry is a non-invasive method that could be normatized at the pulmonary function laboratories, and would contribute to the adequate diagnosis and therapeutic management of asthma in preschool children.
CONCLUSION: The majority of the children was able to perform the spirometry. It has to be taken into consideration that is the first time those children managed to perform the spirometry test, which indicates feasibility to enhancing that rate by adapting the laboratory to the conditions endorsed by ATS.

Keywords Spirometry; Asthma; Preschool; Feasibility Studies; Child.

6 - Estudo epidemiológico da evolução de neonatos com hipertireotropinemia no Estado de Minas Gerais - Brasil

Epidemiologic study of the newborns evolution with hyperthyrotropinemia in the State of Minas Gerais - Brazil

Angelinda Rezende Bhering; Aline Cristina Gontijo de Almeida; Bernardo Xavier Gomes; Lucas Costa da Silva Lopes; Pedro Augusto M Moreira; Ana Paula Oliveira Silva; Giovana Freitas Rocha de Souza; Francisco José Ferreira da Silveira

Rev Med Minas Gerais; 25.(Suppl.5):S26-S29, Out, 2015

INTRODUÇÃO: no exame sérico os valores de TSH acima de 10 µUl/mL e de T4 livre (T4L) baixo confirmam o diagnóstico do hipotireoidismo congênito, e as crianças deverão ser tratadas. Contudo, se houver elevação discreta do TSH (5,6 a 10 µUI/mL) e T4L normal, o recém-nascido (RN) apresenta quadro de hipertireotropinemia (HT) neonatal, que pode ser transitório ou permanente, e deve permanecer em acompanhamento clínico rigoroso.
OBJETIVOS: verificar a evolução de crianças triadas pelo Programa de Triagem Neonatal de Minas Gerais (PTN-MG) com HT.
MÉTODOS: estudo do tipo coorte retrospectivo. Analisaram-se os dados obtidos pelo "teste do pezinho", disponibilizados pelo banco de dados do Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico (NUPAD).
RESULTADOS: no período de 2000 a 2010, 125 RNs apresentaram HT. Desses, 48% normalizaram os níveis de TSH no período médio de 20 meses. Já os outros 52% não normalizaram o TSH no período estudado e por isso foram mantidos em acompanhamento.
CONCLUSÕES: mesmo que os níveis de TSH tenham se normalizado em 48% dos casos, concedendo alta a esses RNs, o tempo para esse desfecho foi significativo (cerca de 20 meses). Nesse período, pode haver alterações nos exames, muitas vezes com necessidade de tratamento com reposição hormonal, sendo, portanto, fundamental o seguimento por meio de consultas e dosagens hormonais periódicas.

Palavras-chave Doenças da Glândula Tireoide; Hipotireoidismo Congênito; Hipertireotropinemia; Triagem Neonatal.

INTRODUCTION: in the serum exam TSH values above 10 µUl / mL and free T4 (FT4) low confirm the diagnosis of congenital hypothyroidism, and children should be treated. However, if mild elevation of TSH (5.6 to 10 µUI / mL), normal FT4, the newborn (NB) has a hyperthyrotropinemia (HT) frame neonatal, which can be temporary or permanent, and should remain in rigorous clinical monitoring.
OBJECTS: to check the progress of children screened by the Newborn Screening Program of Minas Gerais (LWA-MG) with HT.
METHODS: this is a retrospective cohort study. We analyzed the data obtained by " heel prick test " provided by the Core Database Action and Research in Support Diagnostics (NUPAD).
RESULTS: from 2000 to 2010, 125 newborns had HT. Of these, 48% had a normal TSH levels in an average period of 20 months. As for the other 52% did not normalize TSH during the study period and were therefore kept in accompaniment.
CONCLUSIONS: Even though TSH levels have become normal in 48% of cases providing high for these RNs, this time to endpoint was significantly (about 20 months). During this period there may be changes in the exams, often requiring treatment with hormone replacement, and is therefore essential to follow through periodic consultations and hormone levels.

Keywords Thyroid Diseases; Congenital Hypothyroidism; Hyperthyrotropinemia; Neonatal Screening.

7 - Papel do estresse oxidativo na fisiopatologia da esquizofrenia

Role of oxidative stress in the pathophysiology of schizophrenia

Mariana Gomes Cunha; Pammela Jacomeli Lembi; Luiza da Conceição Amorim Martins; Rodrigo Nicolato; Marco Aurélio Romano-Silva

Rev Med Minas Gerais; 25.(Suppl.5):S30-S34, Out, 2015

INTRODUÇÃO: a fisiopatologia da esquizofrenia é ainda pouco esclarecida. Vários estudos descrevem o importante papel da inflamação e do estresse oxidativo nessa explicação. Esquizofrênicos parecem ter seus mecanismos de defesa alterados e resposta distinta dos controles ao estresse oxidativo, que é lesivo a várias estruturas celulares, entre elas a matriz extracelular (MEC). Uma MEC íntegra e estruturada é essencial para a boa condução sináptica.
OBJETIVO: avaliar a resposta de genes que codificam proteínas da MEC ao estresse oxidativo em esquizofrênicos crônicos e controles.
METODOLOGIA: foi feita cultura de fibroblastos a partir de biópsias de pele de esquizofrênicos e controles. Estas foram tratadas com TBHQ, um pró-oxidante, ou DMSO, o veículo, e então se quantificou a expressão dos genes MMP16, GALNT6, SULF1, ADAMTS1 e ACSL1 pelo método de PCR em tempo real e dos seus produtos por western blot.
RESULTADOS: existe resposta de ambos os grupos ao estresse oxidativo, no entanto, essa resposta é distinta entre pacientes e controles, com esquizofrênicos expressando menos o gene GALNT6 e sua proteína.
CONCLUSÃO: o gene GALNT6 codifica uma enzima responsável por glicosilar componentes da MEC. Pode-se hipotetizar que a resposta de esquizofrênicos ao estresse oxidativo torna essa MEC mais suscetível aos seus efeitos deletérios, colaborando com a fisiopatologia da doença.

Palavras-chave Esquizofrenia; Saúde Mental; Estresse Oxidativo; Expressão Gênica.

INTRODUCTION: The pathophysiology of schizophrenia is still poorly understood. Several studies suggest an important role of inflammation and oxidative stress in this explanation. Schizophrenics seem to have altered defense mechanisms and a distinct response to oxidative stress than that of controls. Oxidative stress is harmful to various cellular structures, among them the extracellular matrix (ECM). A intact and structured ECM is essential for proper synaptic signaling.
OBJECTIVE: To evaluate the response of genes encoding ECM proteins to oxidative stress in chronic schizophrenics and controls.
METHODOLOGY: Fibroblasts were cultivated from schizophrenic and controls' skin biopsies. They were treated with TBHQ, a pro-oxidant, or DMSO (the vehicle), and then had the expression of MMP16, GALNT6, SULF1, ADAMTS1 and ACSL1 genes quantified by the method of real time PCR and their products by the method of Western blot.
RESULTS: There was response from both groups to oxidative stress, however, this response was different between patients and controls, with schizophrenics expressing less the GALNT6 gene and its protein.
CONCLUSION: GALNT6 gene encodes an enzyme responsible for glycosylating ECM components. We can hypothesize that the schizophrenic's response to oxidative stress renders the ECM more susceptible to its harmful effects, contributing to the pathophysiology of the disease.

Keywords Schizophrenia; Mental Health; Oxidative Stress; Gene Expression.

Pôsteres

8 - Pôsteres

Rev Med Minas Gerais; 25.(Suppl.5):S35-S54, Out, 2015