RMMG - Revista Médica de Minas Gerais

Volume: 19. 2

 

Editorial

1 - Emergência do vírus influenza A-H1N1

José Gomes Temporão

Rev Med Minas Gerais; 19.2:95-96, Abr/Jun, 2009

Artigo Original

2 - Febre Amarela: uma visão do cenário atual

Yellow Fever: a vision of the current scenario

José Eduardo Marques Pessanha

Rev Med Minas Gerais; 19.2:, Abr/Jun, 2009

INTRODUÇÃO: o controle da febre amarela urbana pressupõe a erradicação ou controle do vetor, pela monitorização dos índices de infestação pelo Aëdes aegypti e aplicação da vacina da febre amarela.
OBJETIVO: este estudo avalia a mortalidade e a ocorrência da febre amarela (FA) no Brasil entre 2001 e 2006 e suas implicações, especialmente para o estado de Minas Gerais.
CASUÍSTICA E MÉTODOS: foi utilizado o banco de dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), sendo analisados os dados disponíveis para tabulação no sítio (http://dtr2004.saude.gov.br/sinanweb/novo/). As taxas de incidência e letalidade de cada unidade federada foram comparadas e mapeados os municípios onde ocorreram infecções por FA.
RESULTADOS: os achados refletem gradativo aumento da ocorrência da doença nas chamadas áreas de transição, na qual se inclui Minas Gerais. Estudos realizados em municípios de Minas Gerais, em 2004 e 2005, indicavam conhecimento deficiente sobre a FA entre a população e baixas coberturas vacinais. Maior incidência no verão; coberturas vacinais inadequadas; reservatórios do vírus ao longo das matas ciliares de rios; epizootias; deslocamento de pessoas de regiões diversas para áreas de risco; presença de vetores transmissores.
CONCLUSÕES: estes resultados sugerem medidas imediatas de prevenção: intensificação vacinal local e de viajantes; intensificação da vigilância epidemiológica, entomológica e de primatas; informes à população sobre a doença, eficácia e necessidade de vacinação.

Palavras-chave Febre Amarela; Vetores de Doenças; Vacinas; Vacinação.

p>This study evaluates the mortality and incidence of Yellow Fever (FA/YF) between 2001 and 2006, especially in the Minas Gerais State. We analyze the available data for tabulation of the Information System of Agravos Notification (SINAN), available on the website (http://dtr2004.saude.gov.br/sinanweb/novo/). The rates of incidence and lethality of each State were compared and the municipalities where YF/FA infections occurred were mapped. The results reflect a gradual increase in the occurrence of the disease on the so called areas of transition, which includes Minas Gerais. Studies in Minas Gerais municipalities in 2004 and 2005 showed poor knowledge of the FA/YF among the population and low vaccine roofs. Increased incidence in the summer; inadequate vaccine roofing; reservoirs of the virus over the jungles gallery of rivers; livestock epidemics, displacement of people from various regions to risk areas, and presence of transmitter vectors, pointed out immediate prevention measures: stepping immunization and local travelers; stepping up epidemiological surveillance, entomological and primates; inform the population about the disease, effectiveness and need for vaccination.

Keywords Yellow Fever; Disease Vectors; Vaccines; Vaccination.

3 - Deficiência de ferro e anemia em escolares da área rural de Novo Cruzeiro (Minas Gerais) Brasil

Iron deficiency and anemia in students from the rural area in Novo Cruzeiro (Minas Gerais) Brazil

Eliane Garcia Rezende; Margarete Aparecida Santos; Joel Alves Lamounier; Márcio Antônio Moreira Galvão; Romário Cerqueira Leite

Rev Med Minas Gerais; 19.2:103-108, Abr/Jun, 2009

O reconhecimento da relação existente entre a deficiência de ferro e a presença ou ausência de anemia, comprometendo diversas funções do organismo humano, tem sido tema de debates na área de nutrição em âmbito internacional, especialmente por ser uma das deficiências mais prevalentes no mundo.
OBJETIVO: este estudo descreve a ocorrência de deficiência de ferro e busca elucidar a frequência de anemia ferropriva em escolares de área rural.
CASUÍSTICA E MÉTODOS: foram avaliados níveis de hemoglobina, ferro sérico (Fe), capacidade total de ligação de ferro (CTLF) e saturação de transferrina (IST) de 439 escolares da zona rural de Novo Cruzeiro (Minas Gerais) - município situado no Vale do Jequitinhonha. A população estudada foi de escolares na faixa etária de sete a 15 anos, sendo 50,1% do gênero masculino.
RESULTADOS: a frequência de anemia nos escolares foi de 12,1% e os parâmetros indicativos de deficiência em ferro mostraram ferro sérico em 17,1%, CTLF em 31,7% e diminuição do IST em 36,2% dos indivíduos. Relacionando as dosagens de ferro sérico, IST, CTLF elevada, indicativos de deficiência e hemoglobina baixa, verificou-se que 41,5% dos escolares anêmicos apresentavam anemia ferropriva. Os demais casos de anemia (58,5%) podem ser explicados por outras causas, como hemoglobinopatias e outras deficiências nutricionais. Dos indivíduos com deficiência de ferro pela CTLF, 26,7% não apresentaram anemia.
CONCLUSÃO: existe significativa frequência de anemia ferropriva e de deficiência de ferro nessa população rural.

Palavras-chave Anemia; Anemia Ferropriva; Ferro/deficiência; Criança; Zonas Rurais.

The recognition of the existing relationship between iron deficiency and the presence or not of anemia has been subject of debate worldwide in the area of nutrition, especially because this deficiency is one of the most prevalent in the world.
OBJECTIVE: The present study aims at describing the occurrence of iron deficiency among students in a rural area and the frequency of anemia due to this deficiency.
METHODS AND CASUISTRY: Hemoglobin, serum iron (Fe), transferring saturation (TS)and total iron binding capacity (TIBC) were evaluated in 479 school children from the rural area of Novo Cruzeiro (Minas Gerais), in the valley of the Jequitinhonha river. The population under study comprised 7 to 15 year-old students, 50,1% being males.
RESULTS: The frequency of anemia was 12.1%, and the indicative parameters of iron deficiency showed Fe deficiency in 17.1%, TIBC in 31.7% and decreased TS in 36.2% of them. When relating serum iron and TS with increased TIBC (indicative of deficiency) and low hemoglobin level it was verified that 41.5% of the anemic students had anemia due to iron deficiency. The other cases of anemia (58,5%) can be explained by other causes such as nutritional deficiencies and hemoglobinopatias. Anemia hasn't occurred among the subjects with increased TIBC 26.7%.
CONCLUSION: There is a significant frequency of iron deficiency and anemia due to iron deficiency among this population.

Keywords Anemia; Anemia, Iron-Deficiency; Iron/deficiency; Child; Rural Zones.

4 - Complicações puerperais associadas à via de parto

Puerperal diseases associated to delivery

Juliana Barroso Zimmermmann; Cristiane Miranda Gomes; Fernanda Soares Pinho Tavares; Iara Guimarães Peixoto; Paula Campos Vieira de Melo; Dilermando Fazzito de Rezende

Rev Med Minas Gerais; 19.2:109-116, Abr/Jun, 2009

É necessária a realização de estudos para avaliar as complicações inerentes à cesariana, capazes de excluir fatores sociais, econômicos, infecções prévias e doenças preexistentes.
OBJETIVO: avaliar a frequência de complicações precoces associadas exclusivamente à via de parto (cesariana ou parto normal).
CASUÍSTICA E MÉTODOS: este é um trabalho retrospectivo, realizado pela análise de 314 prontuários de pacientes atendidas em clínica privada, para avaliar as complicações no pós-parto imediato, em 157 e 157 pacientes submetidas ao parto vaginal ou cesariana, respectivamente.
RESULTADOS: as cesarianas não foram associadas à mastite, endometrite, infecção urinária, trombose venosa e hemorragia (p>0,05). A comparação da infecção da ferida operatória perineal (episiotomia) com a da ferida operatória abdominal permitiu identificar índice mais alto de infecção na ferida operatória abdominal (p<0,05), entretanto, todos os casos apresentaram boa evolução após a terapêutica adequada, não se verificando óbito materno.
CONCLUSÃO: a cesariana mostrou-se procedimento seguro, que pode ser executado sempre que seu benefício for superior ao seu risco.

Palavras-chave Cesárea; Parto Normal; Período Pós-Parto; Complicações do Trabalho de Parto; Transtornos Puerperais.

To assess the complications in the immediate post-partum, a study was conducted with 314 records of patients attended at a private clinic, where 157 patients had progressed to vaginal delivery and 157 patients were undergoing cesarean sections. The cesarean sections were not associated with mastitis, endometritis, urinary infection, hemorrhage and venous thrombosis (p> 0.05). However, comparison of the perineal wound (episiotomy) infection with the abdominal wound has identified the highest rate of infection in the abdominal wound (p <0.05), however, all cases showed good progress after the appropriate therapy, and there is no case of maternal death. Thus, the cesarean section proved to be a safe procedure, which can be implemented where the benefit is greater than the risk of their achievement.

Keywords Cesarean Section; Natural Childbirth; Postpartum Period; Obstetric Labor Complications; Puerperal Disorders.

5 - Sobrevida e causas de mortalidade em pacientes hemodialíticos

Survival and causes of mortality in hemodialisys patients

Daniel Fagundes Azevedo; Maria Carolina Correa; Laelson Botre; Rafael da Mota Mariano; Rodrigo Rosi Assis; Leandro Grossi; Tatiana De Puy; José Muniz Pazeli Júnior

Rev Med Minas Gerais; 19.2:117-122, Abr/Jun, 2009

OBJETIVO: determinar a taxa de sobrevida e causas de mortalidade em pacientes submetidos à hemodiálise no centro Pró-Renal de Barbacena no período de janeiro de 1999 a julho de 2004.
MÉTODOS: trata-se de um estudo de série de casos constituído por 160 pacientes sob tratamento hemodialítico. A análise dos dados obtidos foi realizada no software EPinfo versão 6.04 e SPSS versão 11.5. Foram construídas as distribuições de frequência das variáveis calculando-se médias e desvios-padrão. As curvas de sobrevida foram elaboradas para as variáveis: Kt/V; produto CaxP, hemoglobina, idade, sexo, albumina e PTH. As variações das taxas de sobrevidas foram representadas nas curvas de Kaplan Meyer. A significância estatística adotada nas curvas foi de 5% e as diferenças padronizadas pelo teste log-rank.
RESULTADOS: a taxa de sobrevida global foi de 86,2 e 60% em um e cinco anos, respectivamente. As principais causas de óbito foram: doenças cardiovasculares 45,7%; infecções 23,9%; e neoplasias 13%. Valores de Kt/V superiores a 1,2; PTH compreendido entre 300 e 600 ng/dL; albumina sérica acima de 3,5 g%, hemoglobina acima de 10 g/dL e CaxP inferior a 50 estão diretamente relacionados com melhores taxas de sobrevida.
CONCLUSÕES: as variáveis Kt/V, albumina sérica, hemoglobina, CaxP e PTH estão associadas à sobrevida e são fatores preditivos de risco de mortalidade para pacientes submetidos à hemodiálise. A adequada análise dessas variáveis é fundamental para a melhora da resposta clínica desses pacientes, possibilitando, assim, melhores prognósticos.

Palavras-chave Hemodiálise; Hemodiálise/mortalidade; Hemodiálise/estatísticas & dados numéricos; Taxa de Sobrevida.

OBJECTIVE: To determine the survival rate and causes of mortality at hemodialisys patients in Pró-Renal Center in Barbacena between january/1999 and july/2004.
METHOD: A series of case study, with 160 patients on treatment of chronic dialysis. The data were analyzed by the software Epinfo vers.6,04 and SPSS vers.11,5. The survival curves were built with the variables: Kt/V, product CaxP, hemoglobin, age, sex, albumin and PTH. The survival rates were represented on the Kaplan Meyer curves. The statistically significant one was 5% and the differences performed with the use of log-rank test.
RESULTS: The whole survival rate was 86,2% and 60% in 1 and 5 years, respectively. The major causes of death were cardiovascular diseases 45,7%, infections 23,9% and malignancy 13%. The values of Kt/V up to 1,2; PTH between 300 and 600 ng/dL; serum albumin up to 3,5 g%; hemoglobin up to 10 g/dl and CaxP less than 50 mg/dl were directly related with a better survival rate.
CONCLUSION: The variables Kt/V, serum albumin, hemoglobin, CaxP, and PTH are associated with survival and they are predictive factors of a mortality risk for hemodialisys patients. The analysis of these variables is indispensable for an adequate intervention, that could result in the improvement of these patients' prognostics.

Keywords Hemodialisys; Hemodialisys/mortality; Hemodialisys/statistics &amp; numerical data; Survival Rate.

6 - Fratura peniana: diagnóstico e tratamento

Penile fracture: diagnosis and treatment

Pedro Romanelli de Castro; Ricardo Hissashi Nishimoto; Raul Guilherme Ângelo Pinheiro; Teon Augusto N. de Oliveira; Ralph Correa de Almeida

Rev Med Minas Gerais; 19.2:123-126, Abr/Jun, 2009

A fratura do pênis é definida como a ruptura da túnica albugínea do corpo cavernoso que ocorre exclusivamente durante a ereção. O principal mecanismo de trauma é o intercurso sexual traumático. Devido ao baixo número de casos, alguns pontos do tratamento ainda são controversos, entretanto, é recomendada a intervenção cirúrgica imediata. Este estudo retrospectivo observacional realizado entre abril de 2006 e abril de 2008 descreve os resultados da abordagem cirúrgica em 11 pacientes com fratura peniana tratados no Hospital Alberto Cavalcanti - FHEMIG. Foram avaliadas as características dos pacientes, o mecanismo do trauma, o tipo da lesão e as complicações no per e no pós-operatório imediato.

Palavras-chave Pênis/lesões; Pênis/cirurgia; Uretra/lesões; Ruptura.

OBJECTIVES: To review the diagnostic and therapeutic options in patients with penile fracture and describe our experience.
PATIENTS & METHODS: From April 2006 through April 2008, eleven consecutive men with diagnosis of penile fracture were treated at "Alberto Cavalcanti" Hospital. The etiology, interval from injury to presentation, presence of associated injuries and immediate postoperative complications were evaluated.
RESULTS: All patients were submitted to surgical intervention and nine had the diagnosis confirmed. None of them had per-operative complications. One patient had skin infection in the post-operative period.
CONCLUSIONS: Penile fracture can be clinically diagnosticated, the management should be surgical and immediate.

Keywords Penis/injuries; Penis/surgery; Urethra/injuries; Rupture.

7 - Análise da frequência de trauma ocular em pacientes de 0-10 anos no setor de plástica ocular do Hospital São Geraldo

Frequency analysis of ocular trauma among 0 to 10-year-old patients at the ocular plastic surgery section of the São Geraldo Hospital

Juliana Senna Figueiredo Barbi; Ana Rosa Pimentel de Figueiredo; Clarissa Leite Turrer; Enéias Ricardo Bevilaqua

Rev Med Minas Gerais; 19.2:127-131, Abr/Jun, 2009

INTRODUÇÃO: As lesões do globo ocular na infância correspondem a considerável parcela dos casos de cegueira infantil no Brasil e refletem a grande exposição da criança ao trauma. O presente estudo tem como objetivo analisar a frequência dos tipos de trauma que levam à perda do globo ocular na faixa etária de 0-10 anos.
MÉTODOS: Realizou-se levantamento no arquivo do Setor de Plástica Ocular do Hospital São Geraldo, correspondente a 4.940 prontuários. Foram identificados 643 pacientes na faixa etária de 0-10 anos, portadores de cavidades anoftálmicas, admitidos entre dezembro de 1970 e junho de 2005, dos quais 143 (22,24%) devido à perda do globo ocular.
RESULTADOS: As causas mais frequentes de perda do globo ocular na faixa etária de 0-10 anos foram: trauma (58,04%, n=83), infecções (11,89%,n=17) e retinoblastoma (30,07%, n=43). Em relação à distribuição de causas por tipo de trauma foi encontrada a seguinte proporção: domésticos (53,01%, n=44), por arma de fogo (6,02%, n=5), automobilísticos (1,21%, n=1), recreativos extradomiciliares (6,02%, n=5), trauma cirúrgico (2,41%, n=2) e por violência interpessoal (2,41%, n=2). O mecanismo causador do trauma não foi descrito em 28,92% (n=24) dos prontuários. Este grupo foi excluído da análise de resultados.
CONCLUSÃO: o trauma ocular doméstico prevaleceu como principal causa de cavidade anoftálmica em pacientes com menos de 10 anos, reforçando o dado de que os acidentes são importante causa de morbidade na infância brasileira.

Palavras-chave Traumatismos Oculares/epidemiologia; Infância; Cegueira/prevenção & controle; Saúde Ocular.

INTRODUCTION: Ocular globe injuries in childhood correspond to a large portion of cases of childhood blindness in Brazil and reflect the considerable exposure of children to trauma. The purpose of this study is the frequency analysis of the types of trauma that lead to ocular globe loss in the 0 to 10-year age group.
METHODS: An archival survey was carried out at the Ocular Plastic Surgery Section of the São Geraldo Hospital, corresponding to 4,940 medical charts. A total of 643 charts were found of patients with an ophthalmic sockets admitted from December 1970 to June 2005, 143 (22,24%) of which corresponded to the loss of an ocular globe among patients in the 0 to 10-year age group.
RESULTS: The most frequent causes of ocular globe loss in the 0 to 10-year age group were: trauma (58,04%, n=83), infection (11,89%,n=17) and retinoblastoma (30,07%, n=43). Regarding the distribution of causes by type of trauma, we found the following proportion: domestic accidents (53,01%, n=44), firearms (6,02%, n=5), automobile accidents (1,21%, n=1), outdoors recreation activities (6,02%, n=5), surgical trauma (2,41%, n=2) and interpersonal violence (2,41%, n=2). On 28,92% (n=24) of the charts, the cause mechanism of the trauma was not described, and therefore they were excluded from the analysis.
CONCLUSIONS: Domestic ocular trauma predominated as the main cause of anophthalmic sockets among patients under the age of 10 years, reinforcing data demonstrating that accidents constitute an important cause of morbidity in childhood and adolescents in Brazil.

Keywords Eye Injuries/epidemiology; Childhood; Blindness/prevention &amp; control; Eye Health.

Artigos de Revisão

8 - Influenza A (H1N1): histórico, estado atual no Brasil e no mundo, perspectivas

Influenza A (H1N1): history, current status in Brazil and the world, perspectives

Dirceu B. Greco; Unaí Tupinambás; Marise Fonseca

Rev Med Minas Gerais; 19.2:132-139, Abr/Jun, 2009

Apresenta-se revisão histórica sobre o vírus influenza, patógeno de inúmeras epidemias e pandemias, suas mutações genéticas até o influenza A H1N1. O vírus H1N1 afeta suínos, causando doença respiratória nesses animais e sendo capaz de infectar o homem por contato próximo. Tem genes de suínos, aves e do homem, sendo, portanto uma variante agora capaz de provocar a infecção inter-humanos. É o responsável pela atual pandemia iniciada no México em março de 2009. Caracteriza-se a situação pandêmica do momento no mundo e, particularmente, no Brasil, indicando-se as orientações básicas para a atenção primária à saúde, as recomendações para os serviços de referência e as medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas.

Palavras-chave Influenza Humana; Vírus da Influenza A; Vírus da Influenza A Subtipo H1N1.

This is a historical review of the influenza virus, many epidemics and pandemics pathogen, their genetic mutations reaching the Influenza A H1N1. The H1N1 virus that affects pigs, causing respiratory disease in these animals is able to infect humans due to close contact. There are genes from pigs, poultry and humans, and therefore a variant now able to cause cross-infection to humans. It is responsible for the current pandemic started in Mexico in March 2009. Characterizes the situation when the pandemic occurs in the world and particularly in Brazil, indicating the basic guidelines for primary health care, recommendations for reference services and the measures that should be adopted for prevention and control.

Keywords Influenza, Human; Influenza A V&iacute;rus; Influenza A Virus, H1N1 Subtype.

9 - Infecções emergentes e reemergentes

Emerging and reemerging infectious

Enio Roberto Pietra Pedroso; Manoel Otavio da Costa Rocha

Rev Med Minas Gerais; 19.2:140-145, Abr/Jun, 2009

Doenças emergentes são aquelas novas que promovem significativo impacto sobre o ser humano, devido à sua gravidade e à potencialidade de deixar sequelas limitadoras e morte ou pelas repercussões sociais relacionadas com a sua prevalência, reveladoras de degradação ambiental. As doenças reemergentes ou resistentes às drogas são as que reaparecem após período de declínio significativo ou com risco de aumento no futuro próximo.

Palavras-chave Doenças Transmissíveis; Doenças Transmissíveis Emergentes; Controle de Doenças Transmissíveis.

New emerging diseases are diseases that promote significant impact on human beings, due to its seriousness and potential consequences of allowing limiting and death or the social implications related to its prevalence, indicative of environmental degradation. The reemerging diseases resistant to drugs are those that reappear after a period of significant decline, or at risk of increasing in the near future.

Keywords Communicable Diseases; Communicable Disease Control; Communicable Diseases, Emerging

Educação Médica

10 - Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (FHEMIG): protocolo-guia de atendimento domiciliar e hospitalar de casos suspeitos ou confirmados de influenza A (H1N1)

Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (FHEMIG): guide-line for home and hospital care monitoring suspect or confirmed cases of Influenza A-H1N1

Tania Maria Marcial; Lorenza Nogueira Campos; Glaucia Fernandes Cota; Talitah Michel Sanchez Candiani; Vanderson Valente; Regina Lunardi Rocha; Jaqueline Camilo de Sousa; Márcia Gregory Tavares Melo; Andrea Lucchesi; Lucinéia Carvalhais; Julia Maluf Lopes; Adriana Carla de Miranda Magalhães; Valda Maria Franqueira Mendonça; Guilherme Freire Garcia; Francisco Carlos de Souza

Rev Med Minas Gerais; 19.2:151-172, Abr/Jun, 2009

Este protocolo, de elaboração continuada, foi realizado pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais como instrumento de organização e atualização do atendimento, em diversos níveis hierarquizados do Sistema Único de Saúde, desde a sua indicação de internação até a alta hospitalar, para garantir o melhor atendimento para os pacientes, o sucesso das ações de abordagem de casos clínicos e a biossegurança dos profissionais envolvidos no manejo dos pacientes.

Palavras-chave Vírus da Influenza A; Vírus da Influenza A Subtipo H1N1; Protocolos Clínicos.

Hospital Foundation of Minas Gerais State has conducted continual development of this protocol, as an instrument for care organization and updating in several hierarchical levels of the Unified Health System, since its statement of admission to the hospital to ensure better care for patients, the successful actions for dealing with cases, and biosecurity for the professionals involved in the patients' management.

Keywords Influenza A Virus; Influenza A Virus, H1N1 Subtype; Clinical Protocols.

Relato de Caso

11 - Emergência do vírus influenza A-H1N1 no Brasil: a propósito do primeiro caso humano em Minas Gerais

Emergence of influenza A-H1N1 virus in Brazil: the purpose of the first human case in Minas Gerais

Maria Camilo Senna; Viviane Dias Cruz; Ana Carolina Gomes Pereira; Renata Lanna Maciel; Álvaro Borges; Cristiano Melo; Enio Roberto Pietra Pedroso

Rev Med Minas Gerais; 19.2:173-176, Abr/Jun, 2009

Este relato apresenta as características clínico-epidemiológicas do primeiro caso de infecção pelo vírus influenza A-H1N1 registrado em Minas Gerais. A internação hospitalar foi realizada com todos os cuidados de controle respiratório, em quarto com pressão negativa e de contacto. A paciente esteve em Cancun (México) em viagem de lazer, retornando a Belo Horizonte com sintomatologia caracterizada por tosse, rinorreia, mal-estar, permanecendo 36 horas em contacto com seus familiares até procurar atenção médica, quando foi internada. Evoluiu com melhora progressiva, permanecendo internada por 10 dias. Ao final desse período, estava restabelecida, sem queixas ou anormalidades. Não houve sintomatologia em seus familiares em Belo Horizonte. Seu marido, que esteve sempre ao seu lado, também apresentou sintomatologia semelhante, sem ter sido isolado o vírus influenza A H1N1.

Palavras-chave Influenza Humana; Vírus da Influenza A; Vírus da Influenza A Subtipo H1N1.

This report presents the clinical and epidemiological characteristics of the first case of infection with influenza A virus H1N1-registered in Minas Gerais. The hospital has carefully conducted the respiratory control in room with negative pressure and contact. The patient has been in Cancun (Mexico) on a leisure trip, returning to Belo Horizonte with symptoms characterized by cough, rhinorrhea, malaise, staying for 36 hours in contact with relatives to seek medical attention when she was hospitalized. Evolved with progressive improvement and remained in hospital for 10 days. At the end of this period she was recovered, without complaints or abnormalities. There was no report of symptoms in the relatives in Belo Horizonte. Her husband who has always been at her side has also presented similar symptoms and has been isolated with the virus influenza A H1N1.

Keywords Influenza, Human; Influenza A Virus; Influenza A Virus, H1N1 Subtype.

12 - Linfoma não-Hodgkin de células do manto: relato de caso

Mantle cell non-Hodgkin's lymphoma: case report

Luciano Carvalho Campos; Diocésio Alves Pinto de Andrade

Rev Med Minas Gerais; 19.2:177-179, Abr/Jun, 2009

Relata-se o caso clínico de paciente feminino, de 80 anos de idade, com o diagnóstico inicial de pênfigo vulgar. Após um ano de evolução, identificou-se linfoma de células do manto. Trata-se de linfoma não-Hodgkin agressivo com resposta quimioterápica limitada e prognóstico ruim. A obtenção do diagnóstico exigiu extensa propedêutica inicial (biópsias de lesão de pele de medula óssea e de linfonodo inguinal e ultrassonografia abdominal), que não estabeleceu diagnóstica. Evoluiu com linfocitose, tendo sido submetida à imunofenotipagem, que permitiu o diagnóstico. A quimioterapia inicial consistiu de fludarabina, entretanto, em decorrência de efeito adverso (pancitopenia), necessitou de hemotransfusão e fator estimulador de colônia de granulócitos (G-CSF).

Palavras-chave Linfoma não-Hodgkin; Linfoma de Célula do Manto; Imunofenotipagem.

An eighty-year-old woman initially presented with skin lesions suggestive of Pemphigus vulgaris, one year later diagnosed as mantle cell lymphoma. Even after extensive investigation (skin lesion biopsy, abdominal ultra-sound, myelogram, bone marrow biopsy and inguinal lymph node biopsy) no diagnosis could still be firmed. At that time, however, the patient presented lymphocytosis, which leads to immunophenotyping, eventually defining the above-mentioned diagnosis. Fludarabine was selected for initial therapy, but the patient didn't tolerate it well (pancytopenia) and needed to receive blood transfusion and granulocyte colony-stimulating factor (G-CSF). It is a non-Hodgkin's agressive lymphoma with bad response to chemotherapy and poor prognoses.

Keywords Lymphoma, Non-Hodgkin; Lymphoma, Mantle-Cell; Immunophenotyping.

13 - Apendicite aguda por Enterobius vermicularis: relato de caso e revisão da literatura

Acute appendicitis and Enterobius vermicularis: case report and review of the literature

João Baptista de Rezende Neto; Rodrigo Lopes de Oliveira; Leonardo Belga Ottoni Porto; Leandro Henrique Malta e Cunha; Cleber Luiz Scheidegger Maia Junior; Paula Martins

Rev Med Minas Gerais; 19.2:180-183, Abr/Jun, 2009

O parasitismo pelo Enterobius vermicularis é assintomático na maioria dos pacientes. A sintomatologia, quando presente, caracteriza-se, principalmente, pelo prurido anal, entretanto, podem estar presentes dores abdominais esporádicas sem suspeita da parasitose. A relação entre apendicite aguda e enterobíase é rara e motivo de controvérsia. A presença do parasito no apêndice cecal, segundo alguns autores, pode ser incidental, embora possa ser responsável pelo desenvolvimento de apendicite crônica. Relata-se, neste trabalho, o desenvolvimento de apendicite aguda em um paciente, provocada por Enterobius vermicularis, e revisão da literatura sobre o assunto.

Palavras-chave Abdômen Agudo; Apendicite; Enterobíase.

Enterobius vermicularis infection is asymptomatic in the majority of the patients. When symptoms do appear, the most characteristic is the very strong anal itching sensation. Abdominal tenderness may occur sporadically, however, it does not direct for the diagnosis. The relationship between acute appendicitis and enterobiasis is debatable and controversial. Many believe that the presence of the parasite in the appendix is an incidental operative finding, although, enterobiasis has been attributed to cases of chronic appendicitis. We report a case of acute appendicitis provoked by Enterobius vermicularis and review the literature on the topic.

Keywords Abdomen, Acute; Appendicitis; Enterobiasis.