RMMG - Revista Médica de Minas Gerais

Volume: 23. 4

 

Editorial

1 - Vulnerabilidade e HIV

Vulnerability and HIV

Mark Drew Crosland Guimarães

Rev Med Minas Gerais; 23.4:409-411, Out/Dez, 2013

Artigo Original

2 - Vulnerabilidade e fatores associados a HIV e sífilis em homens que fazem sexo com homens, Belo Horizonte, MG

Vulnerability and factors associated with HIV and syphilis among men who have sex with men, Belo Horizonte, MG

Mark Drew Crosland Guimarães; Maria das Graças Braga Ceccato; Raquel Regina de Freitas Magalhães Gomes; Gustavo Machado Rocha; Lidyane do Valle Camelo; Ricardo Andrade Carmo; Francisco de Assis Acurcio

Rev Med Minas Gerais; 23.4:412-426, Out/Dez, 2013

INTRODUÇÃO: a epidemia do HIV no Brasil caracteriza-se como concentrada em populações-chave, incluindo homens que fazem sexo com homens (HSH). No entanto, são pouco conhecidos os indicadores de monitoramento e avaliação da epidemia em nível estadual ou municipal destas populações.
OBJETIVO: descrever comportamentos de risco e prevalências de HIV e sífilis em população de HSH em Belo Horizonte, MG.
MÉTODOS: estudo de corte transversal parte de estudo multicêntrico nacional entre HSH adultos. A amostra foi recrutada pela técnica Respondent Driven Sampling (RDS). Foram realizadas entrevistas semiestruturadas e exames para HIV e sífilis.
RESULTADOS: foram recrutados 274 HSH em Belo Horizonte. Os participantes eram principalmente indivíduos jovens, com alta escolaridade, de classes sociais A/B, que se autorreferiram gay ou homossexual e tinham alta proporção do uso irregular de preservativos. As prevalências ponderadas da infecção pelo HIV e de sífilis foram, respectivamente, 10,3 e 13,9%. Idade, cor, contar para a mãe ou pai sobre a orientação sexual, testagem prévia para o HIV ou sífilis, diagnóstico prévio de sífilis ou de outras DSTs foram estatisticamente associados a ambas as infecções (p<0,05). Estado civil, família ser indiferente ou desaprovar a opção sexual, ter melhor conhecimento sobre HIV/Aids, mas não saber avaliar sua percepção de risco estiveram estatisticamente associados somente ao HIV e classe social somente com sífilis.
CONCLUSÃO: os resultados revelam a gravidade da epidemia do HIV na população de HSH residentes em Belo Horizonte. Políticas públicas no nível municipal e estadual devem ser implementadas e/ou revistas com urgência.

Palavras-chave HIV; Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; Sífilis; Soroprevalência de HIV e Sífilis; Comportamento Sexual; Vulnerabilidade em Saúde; Brasil.

INTRODUCTION: The HIV epidemic in Brazil is characterized as concentrated on key populations, incluiding men Who have sex with men (MSM). However, monitoring and evaluation indicators are not well known at Municipal or State levels.
OBJECTIVE: To describe risk behaviors and HIV and syphilis prevalences among MSM in Belo Horizonte, MG.
METHODS: Cross-sectional study part of a national multicenter study among adult MSM in Brazil. The sample was recruited using Respondent Driven Sampling (RDS) technique. Semistructure interviews and serological exams for HIV and syphilis were conducted.
RESULTADS: A total of 274 MSM were recruited in Belo Horizonte. Participants were mostly young, with high education, social classes A/B, self-reported as gay or homosexual and with high proportion of irregular use of condoms. Weighted prevalence of HIV infection and syphilis were, respectively, 10.3% and 13.9%. Age, color, sharing with their mother or father their sexual orientation, prior HIV and syphilis testing, and previous diagnosis of syphilis or other STDs were statistically associated with both infections (p<0.05). Marital status, family disapproval or indifference of their sexual orientation, better HIV/Aids knowledge, not knowing their chances of acquiring HIV were statistically associated only with HIV and social class only with syphilis.
CONCLUSION: These results indicate the severity of the HIV epidemic amongthe MSM population in Belo Horizonte. Public policies at the municipal and state levels must be implemented and/or revised urgently.

Keywords HIV; Acquired Immunodeficiency Syndrome; Syphilis; HIV and Syphilis Seroprevalence; Sexual Behavior; Health Vulnerability; Brazil.

3 - Conhecimento sobre HIV/AIDS e fatores associados entre homens que fazem sexo com homens em Belo Horizonte, MG

HIV/AIDS knowledge and associated factors among men who have sex with men in Belo Horizonte, MG

Raquel Regina de Freitas Magalhães Gomes; Maria das Graças Braga Ceccato; Gustavo Machado Rocha; Mark Drew Crosland Guimarães

Rev Med Minas Gerais; 23.4:427-436, Out/Dez, 2013

INTRODUÇÃO: o conhecimento sobre o HIV/Aids tem sido encontrado baixo entre os homens que fazem sexo com homens (HSH). A falta de conhecimento mostra-se prejudicial para os esforços de prevenção do HIV e vai além das características individuais.
OBJETIVOS: analisar os fatores sociais, individuais e estruturais associados ao baixo conhecimento em HIV/Aids na amostra de HSH adultos e residentes de Belo Horizonte.
MÉTODOS: estudo de corte transversal conduzido em 2008-2009, com 274 HSH recrutados pela técnica amostral do Respondent Driven Sampling (RDS). O conhecimento em HIV/Aids foi avaliado a partir de 10 afirmativas da entrevista realizada face a face e os escores foram estimados pela Teoria de Resposta ao Item (TRI). A associação entre as variáveis explicativas e o baixo conhecimento em HIV/Aids foi analisada utilizando-se a regressão logística binomial.
RESULTADOS: observou-se que 24,5% de HSH apresentaram conhecimento mínimo em HIV/Aids e os fatores associados foram: sociais, não trabalhar e ter nenhum ou poucos amigos que incentivam o uso de preservativos; individuais, não saber quais as chances de se infectar com o HIV, uso irregular de preservativo em relação anal receptiva com qualquer tipo de parceria nos últimos seis meses e nunca ou pouco sentir-se triste ou deprimido; estruturais, participar de atividade religiosa e não conhecer algum grupo organizado ou ONG.
CONCLUSÕES: Os resultados revelam importante lacuna no conhecimento em relação às informações básicas sobre as formas de transmissão e prevenção do HIV entre HSH em Belo Horizonte. Adequado nível de conhecimento sobre HIV/Aids é aspecto fundamental para melhorar a percepção de risco e motivação para a adoção de práticas do sexo seguro entre HSH. São necessárias ações direcionadas aos fatores sociais, individuais e estruturais voltadas para essa população-chave.

Palavras-chave HIV; Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; Comportamento Sexual; Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde.

INTRODUCTION: HIV/Aids knowledge has been found low among men who have sex with men (MSM). The lack of knowledge proves detrimental to VIH prevention efforts and goes beyond individual characteristics.
OBJECTIVE: To analyse the social, individual and structural factors associated with low HIV/Aids knowledge in MSM sample of adults and residents of Belo Horizonte, Minas Gerais.
METHODS: Cross-sectional study that occurred between 2008 and 2009 with MSM recruited through Respondent Driven Sampling (RDS). HIV/Aids knowledge was ascertained through ten statements by face-to-face interview and scores were obtained using Item Response Theory (IRT).The association between the explanatory variables and low HIV/Aids knowledge was analysed using binomial logistic regression.
RESULTS: It was observed that 24.5% of MSM had low knowledge on HIV/Aids and independent associated factors were: Social, not currently working and not being encouraged by friends to use condoms; Individual, not knowing their chance of becoming infected with HIV, irregular condom use in receptive anal sex with any partner in the last six months and not feeling, or little feeling, sadness or depression; Structural, to participate in religious activity and not knowing any Aids related NGO.
CONCLUSION: Our results indicate an important gap in knowledge regarding basic information about the modes of transmission and prevention of HIV among MSM in Belo Horizonte. An adequate level of HIV/Aids knowledge is essential for improving risk perception and the adoption of safe sexual practices among MSM. Actions directed towards social, individual and structural factors among this key population are urgently needed.

Keywords HIV; Acquired Immunodeficiency Syndrome; Sexual Behavior; Health Knowledge, Attitudes, Practice.

4 - Sexo anal receptivo desprotegido entre homens que fazem sexo com homens, Belo Horizonte, MG

Unprotected receptive anal sex among men who have sex with men, Belo Horizonte, MG

Gustavo Machado Rocha; Raquel Regina de Freitas Magalhães Gomes; Lidyane do Valle Camelo; Maria das Graças Braga Ceccato; Mark Drew Crosland Guimarães

Rev Med Minas Gerais; 23.4:437-445, Out/Dez, 2013

INTRODUÇÃO: a epidemia do HIV no Brasil é considerada concentrada em populações vulneráveis, principalmente em homens que fazem sexo com outros homens (HSH).
OBJETIVO: este trabalho objetiva descrever as características do comportamento sexual de risco e analisar as características associadas ao uso inconsistente de preservativos nas relações sexuais anais receptivas entre homens que fazem sexo com homens (HSH) em Belo Horizonte, MG.
MÉTODOS: estudo de corte transversal, conduzido em 2008-2009, com 274 HSH recrutados pela técnica amostral do Respondent Driven Sampling (RDS). Odds Ratios foram estimadas por regressão logística.
RESULTADOS: entre 274 indivíduos, 35,7% informaram uso inconsistente de preservativo nas relações anais receptivas nos seis meses anteriores à entrevista, com elevada proporção de parcerias sexuais múltiplas (média de 4,3 parceiros). Ser casado ou estar em união estável, identidade sexual autorreferida como gay, sentir-se tenso ou preocupado algumas ou muitas vezes nos últimos 12 meses, história de relação sexual sob efeito de álcool nos últimos seis meses, baixo conhecimento sobre transmissão do HIV e história de testagem prévia para sífilis foram fatores independentemente associados ao uso inconsistente de preservativos nas relações anais receptivas na amostra analisada.
CONCLUSÕES: foi alta a proporção de uso inconsistente de preservativos nessa população de HSH. Estratégias de intervenções específicas devem ser desenvolvidas, com atenção especial para o uso de álcool e drogas, combate ao estigma e preconceito, além de ampliação à testagem e assistência integral à saúde. O indicador de uso inconsistente de preservativos nas relações anais receptivas deve ser incorporado no monitoramento e avaliação da epidemia de Aids no município.

Palavras-chave HIV; Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; Comportamento Sexual; Vulnerabilidade em Saúde; Brasil.

INTRODUCTION: The Brazilian HIV epidemic is considered concentrated among vulnerable populations, particularly men who have sex with men (MSM).
OBJECTIVE: This paper analyzes the characteristics of sexual behavior and its associated factors among MSM in the city of Belo Horizonte, MG.
METHODS: Cross-sectional study conducted in 2008-2009, among 274 MSM recruited by Respondent Driven Sampling (RDS). Odds Ratios were estimated by logistic regression.
RESULTS: Among 274 subjects, 35.7% reported inconsistent condom use in receptive anal intercourse in the 6 months preceding the interview, with a high proportion of multiple sexual partnerships (average of 4.3 partners). Final logistic regression model showed that being married or living in a stable relationship, self-reported sexual identity as 'gay', feeling tense or worried some or many times in the past 12 months, history of sexual intercourse under influence of alcohol in the last six months, low knowledge about HIV transmission and history of previous testing for syphilis were factors independently associated with inconsistent use of condoms during receptive anal intercourse in the sample.
CONCLUSIONS: The proportion of inconsistent condom use in this MSM population was high. Specific intervention strategies for should be developed with special attention to the use of alcohol and drugs, fighting stigma and prejudice, as well as expanding testing and comprehensive health assistance. The indicator inconsistent condom use in receptive anal sex should be incorporated in the monitoring and evaluation of the Aids epidemic at the municipal level in this key population of MSM.

Keywords HIV; Acquired Immunodeficiency Syndrome; Sexual Behavior; Health Vulnerability; Brazil.

5 - Percepções sobre o HIV/AIDS e desigualdades em saúde entre pacientes psiquiátricos no Brasil

Perceptions about HIV/AIDS and health inequalities among psychiatric patients in Brazil

Lidyane do Valle Camelo; Marina Celly Martins Ribeiro de Souza; Maria Imaculada de Fátima Freitas; Ana Paula Souto Melo; Mark Drew Crosland Guimarães

Rev Med Minas Gerais; 23.4:446-454, Out/Dez, 2013

OBJETIVO: descrever as percepções sobre o conceito e formas de transmissão HIV/ Aids em pacientes psiquiátricos e verificar se essas percepções são diferentes segundo características sociodemográficas e de condições psiquiátricas. Investigou-se também se essas características foram associadas ao desconhecimento sobre o conceito e as formas de transmissão do HIV/Aids.
MÉTODOS: estudo transversal multicêntrico realizado com 2.475 usuários de 26 serviços públicos de saúde mental (11 hospitais e 15 CAPS) no Brasil. As percepções emergiram das seguintes questões semiabertas: o que é Aids para você?; como você acha que a Aids é transmitida? O material textual foi analisado segundo a técnica de análise de conteúdo. Esses resultados foram estratificados segundo variáveis sociodemográficas e de condições psiquiátricas e analisados por meio do teste de qui-quadrado. Os participantes que não souberam responder sobre o conceito ou formas de transmissão do HIV/Aids foram comparados aos demais por meio de regressão logística.
RESULTADOS: em geral, as percepções foram de doença, transmissível (por via sexual e sanguínea), incurável e foram permeadas por aspectos negativos. Estas percepções apresentaram diferenças significativas segundo características sociodemográficas e de condições psiquiátricas por 18,6% não souberam indicar o conceito ou forma de transmissão do HIV/Aids e esse grupo teve mais chances de ter acima de 40 anos, menos de oito anos de estudo, não ter renda individual e estar recebendo tratamento em hospitais psiquiátricos.
CONCLUSÕES: os resultados reforçam a necessidade de medidas macrossociais para minimizar as desigualdades e políticas de prevenção do HIV direcionadas para pacientes com transtornos mentais no Brasil.

Palavras-chave HIV; Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; Percepção, Transtornos Mentais, Serviços de Saúde Mental; Desigualdades em Saúde; Vulnerabilidade em Saúde.

OBJECTIVES: To describe perceptions about concept and modes of HIV/Aids transmission among psychiatric patients and to assess whether these perceptions differed according to sociodemographic characteristics and psychiatric conditions. We also investigated whether these characteristics were associated with the completely ignorance about the concept and the modes of transmission of HIV/Aids.
METHODS: Cross-sectional national multicenter study among 2,475 patients selected from 26 Brazilian mental health centers (11 hospitals, 15 outpatient). The perceptions emerged from the following open ended questions: What is Aids for you?; and, How do you think Aids is transmitted?. The textual material was analyzed using content analysis methods. Results were stratified according to sociodemographic variables and psychiatric conditions and analyzed using the chi-squared test. Participants who did not know how to answer any of these questions were compared to the others by logistic regression.
RESULTS: Overall, perceptions were of disease, transmissible (through blood and sexual contact), incurable and were permeated by negative aspects as threat, suffering and death. These perceptions showed significant differences according to sociodemographic characteristics and psychiatric conditions. 18.6% did not know how to answer the concept or mode of transmission of HIV/Aids and these were more likely to be older (40+ years old), to have less than 8 years of education, no individual income and be on treatment in psychiatric hospitals.
CONCLUSION: The results reinforce the need for macro-level social policy to reduce inequalities and to implement HIV prevention policies targeted at psychiatric patients in Brazil.

Keywords HIV; Acquired Immunodeficiency Syndrome; Perception; Mental Disorders; Mental Health Services; Health Inequalities; Health Vulnerability.

6 - Sexualidade e vulnerabilidade social em face das infecções sexualmente transmissíveis em pessoas com transtornos mentais

Sexuality and social vulnerability in face of sexually transmitted infections among people with mental illnesses

Jaqueline Almeida Guimarães Barbosa; Mark Drew Crosland Guimarães; Maria Imaculada de Fátima Freitas

Rev Med Minas Gerais; 23.4:455-461, Out/Dez, 2013

INTRODUÇÃO: o autocuidado diante de infecções sexualmente transmissíveis (IST) e HIV/Aids tem sido relacionado aos significados atribuídos à sexualidade.
OBJETIVOS: este estudo teve o objetivo de compreender representações de pessoas com transtornos mentais sobre sexualidade.
MÉTODOS: trata-se de estudo fundamentado na Teoria das Representações Sociais. Foram entrevistados 39 usuários de serviços públicos de saúde mental nos estados de Minas Gerias e no Rio de Janeiro. A análise dos dados se deu com base na Análise Estrutural de Narração.
RESULTADOS: as representações sobre sexualidade englobaram aquelas sobre o sexo, papéis e identidade de gênero, entre outras, formando uma teia de representações interdependentes que apresentaram importante assimetria de gênero e implicaram diferentes vulnerabilidades. Os entrevistados conhecem pouco sobre as ISTs e sobre as formas de prevenção.
CONCLUSÕES: pessoas com transtornos mentais têm sua vulnerabilidade agravada pelo contexto de exclusão social, pobreza, violência, uso de drogas, prostituição e baixa autoestima. Faz-se urgente assistir integralmente essa população, incluindo promoção da saúde sexual e prevenção dos agravos sexualmente transmissíveis.

Palavras-chave Sexualidade; Doenças Sexualmente Transmissíveis; Transtornos Mentais; Servicos de Saude Mental; HIV; Pesquisa Qualitativa.

INTRODUCTION: Self-care in face of sexually transmitted infections(STI) and HIV/Aids is related to meanings attributed to sexuality.
OBJECTIVES: This study aimed at understanding representations of patients with mental illness about sexuality.
METHODS: Thirty-nine patients were interviewed in public mental health services in Brazil. The analysis was based on narrative structural analysis.
RESULTS: Social representations about sexuality included sex, gender roles and gender identity, among others, forming a Web of interdependent representations that have important gender asymmetry and imply different vulnerabilities. Participants have limited knowledge on STI and their modes of prevention.
CONCLUSIONS: Mentally ill patients have an excess vulnerability due to social exclusion context, poverty, violence, drug use, prostitution and low self-esteem. It is urgent to fully address health needs, including promoting sexual health and prevention of HIV/Aids of this population.

Keywords Sexuality; Sexually Transmitted Diseases; Mental Disorders; Mental Health Services; HIV; Qualitative Research.

7 - Schwannomatose - primeiros casos relatados no Brasil

Schwannomatosis - first reported cases in Brazil

Simone Vilela; Ana Cristina Cotta; Julia Filardi Paim; Ana Paula Silva Champs; Mônica Navarro; Débora Rossi; Luiz Oswaldo Carneiro Rodrigues

Rev Med Minas Gerais; 23.4:462-466, Out/Dez, 2013

A dor neuropática pode ser decorrente de diversas causas, entre elas a schwannomatose (SCH), uma doença que acomete cerca de cinco mil brasileiros. A SCH é caracterizada por schwannomas múltiplos e intensamente dolorosos. O diagnóstico diferencial de SCH inclui especialmente as neurofibromatoses do tipo 1 e 2. Um caso típico de SCH, provavelmente o primeiro registrado no Brasil, é apresentado e discutido em detalhes e dois outros casos subsequentes são comparados quanto a determinados aspectos clínicos e radiológicos. Paciente feminina de 33 anos de idade foi admitida com queixas de dor e diminuição progressiva da força no membro inferior esquerdo, havia cinco anos, associadas ao surgimento de nodulações muito dolorosas naquela região. Apresentava também duas manchas café com leite (<1 cm). A RNM detectou tumores de partes moles em região subcutânea e intracavitárias. Foram realizadas duas biópsias em regiões distintas e o exame microscópico de dois nódulos revelou células de Schwann envoltas por abundante estroma mixóide. O exame imuno-histoquímico mostrou marcação forte e difusa para proteína S-100. O exame ultraestrutural demonstrou nas áreas centrais células de Schwann, com restos membranosos intracitoplasmáticos e, focalmente, membrana basal redundante. A sintomatologia álgica, o padrão de crescimento neoplásico intraneural, com acentuado edema peritumoral, hialinização vascular e reatividade imuno-histoquímica para proteína S-100 nas células de Schwann no centro das lesões possibilitaram o diagnóstico de schwannomatose. O tratamento farmacológico para a dor foi a opção possível, obtendo-se remissão parcial da dor.

Palavras-chave Dor Facial; Doenças do Sistema Nervoso Periférico; Células de Schwann; Neurilemoma; Neusrofibromatoses; Neurofibromatose 1; Neurofibromatose 2.

Neuropathic pain stems various sources including schwannomatosis (SCH), a disease that affects about five thousand Brazilians. SCH is characterized by multiple and intensely painful schwannomas. Differential diagnosis of SCH includes, especially, neurofibromatosis types 1 and 2. A typical case of SCH, possibly the first recorded in Brazil, is presented and discussed in detail and compared with two other subsequent cases with regards to selected clinical and radiological aspects. A 33 year-old female patient was admitted with pain and progressive loss of strength in the left lower limb for the past five years. These complaints were associated with the appearance of very painful nodules in the same region. She also had two light brown (café-au-lait) spots (<1 cm). MRI detected soft tissue tumors in the subcutaneous and intracavitary regions. Two distinct biopsies of different regions and microscopic examination of two nodules revealed Schwann cells surrounded by abundant myxoid stroma. Immunohistochemical examination showed strong and diffuse markers of S-100 protein. Ultrastructural examination showed Schwann cells in the core areas with traces of intracytoplasmic membranes and foci of redundant basement membrane. The pain symptoms, the pattern of intraneural neoplastic growth with marked peritumoral edema, vascular hyalinization, and immunohistochemical reactivity for S-100 protein in Schwann cells in lesion cores suggested the diagnosis of schwannomatosis. Pharmacological pain treatment achieved partial remission of pain.

Keywords Facial Pain; Peripheral Nervous System Diseases; Schwann Cells; Neurilemmoma; Neusrofibromatoses; Neurofibromatosis 1; Neurofibromatosis 2.

8 - Currículo paralelo na graduação médica na perspectiva dos estudantes

Students' perspectives on the parallel curriculum in medical schools

José Antonio Chehuen Neto; Mauro Toledo Sirimarco; Társsius Capelo Cândido; Igor de Abreu Ferreira; Raphaella Cambraia Furtado Campos; Saulo Costa Martins

Rev Med Minas Gerais; 23.4:467-478, Out/Dez, 2013

INTRODUÇÃO: o termo "currículo" pode ser interpretado como "grade" de disciplinas e cargas horárias da instituição de ensino. Existe o currículo formal, constituído por conteúdo didático e atividades práticas, estruturado oficialmente pelas faculdades, e o currículo paralelo (CP), contemplando atividades não determinadas pela instituição, mas relevante para formação médica. A construção de um CP pelo estudante possui inúmeras motivações e não está isenta de obstáculos.
OBJETIVO: traçar o perfil das atividades desenvolvidas, motivações, dificuldades e satisfação dos acadêmicos imbuídos em desempenhar atividades extracurriculares (AE).
MÉTODOS: utilizou-se entrevista estruturada com 10 perguntas, aplicada a 280 acadêmicos do curso de Medicina.
RESULTADOS: a maioria dos entrevistados já participou de alguma AE, 96,4% (n=270), sendo a disciplina optativa a mais realizada; no currículo formal, 55,4% (n=155) desejam incluir cursos de aperfeiçoamento; 45% (n=126), treinamento profissional; a principal motivação foi desejo de aprimorar currículo - 73,9% (n=207). Como maiores obstáculos: a escassez de vagas, 51,8% (n=145), e a disponibilidade de horários, 50% (n=140).
CONCLUSÕES: a amostra apresentou elevada participação em AE, destacadas as que promovem o aperfeiçoamento da prática, aprimoramento do currículo e que permitem melhor pontuação nos concursos de residência médica, sendo o período mais avançado um fator de risco para a execução. São majoritariamente supervisionadas por médico docente e contemplam alto índice de satisfação. Diante desse panorama, sugere-se a incorporação de algumas das atividades extracurriculares no currículo formal, priorizando o aperfeiçoamento da prática clínica, que poderá incrementar o nível da formação resultando em profissionais mais capacitados e seguros em exercer a Medicina.

Palavras-chave Currículo; Educação Médica; Estudantes de Medicina; Educação de Graduação em Medicina.

INTRODUCTION: the term "curriculum" can be interpreted as a "grid" of courses and the contact hours in an education institution. There is a formal curriculum, consisting of taught content and practical activities officially organized by the faculty, and a parallel curriculum (PC) covering activities that although not determined by the institution are relevant to a medical education. For students, structuring the CP comes with numerous motivations but is not without obstacles.
OBJECTIVE: to define the profile of activities developed, motivation, difficulties, and satisfaction among students performing extracurricular activities (EA).
METHODS: 10-question structured interviews with 280 medical students. Results: most respondents (96.4%, n=270) had already taken part in at least one EA, making it the most popular optional course in the formal curriculum. 55.4% (n=155) wished to include improvement courses and 45% (n=126) professional training. The main motivation was the desire to enhance the curriculum, cited by 73.9% (n=207). Main obstacles were the limited number of takings (51.8% n=145), and conflict of schedules (50%, n=140).
CONCLUSIONS: This sample showed a high number of students engaged in EA, especially among those that lead to practice improvement, CV enhancement and score better in residency requirements. Being closer to graduation represented a risk factor for completing these EA. Most EAs are supervised by teaching physicians and were considered highly satisfactory. With this in view, we suggested that some of the extracurricular activities be included in the formal curriculum, prioritizing the improvement of clinical practice. This addition has the potential of increasing the level of training and result in more skilled and confident medical professionals.

Keywords Curriculum; Medical Education; Medical Students; Education, Medical, Undergraduate.

Artigos de Revisão

9 - Doença cardiovascular aterosclerótica e a infecção pelo HIV: uma atualização

Atherosclerotic cardiovascular disease and HIV infection: an update

Milena Maria Moreira Guimarães; Lucas José de Campos Machado; Aline Cristine Vieira; Ana Cláudia de Souza Andrade; Bruno das Neves Souza; Leonardo Martins Caldeira de Deus; Dirceu Bartolomeu Greco

Rev Med Minas Gerais; 23.4:479-789, Out/Dez, 2013

Antes da introdução da terapia antirretroviral de alta potência, as complicações cardiovasculares na população infectada pelo HIV eram relacionadas à imunossupressão. Entretanto, após o advento do uso combinado das drogas antirretrovirais, houve considerável diminuição na morbidade e na mortalidade desses pacientes. Porém, aparentemente, complicações metabólicas como resistência insulínica e dislipidemia passaram a ser mais frequentes nesses indivíduos, sugerindo aumento do risco de doença aterosclerótica. O objetivo deste artigo é rever a literatura e descrever as complicações cardiovasculares da infecção pelo HIV, com ênfase no período pós-terapia antirretroviral combinada. A revisão foi realizada dando destaque aos fatores de risco cardiovasculares e, principalmente, à doença cardíaca aterosclerótica e suas particularidades na população infectada pelo HIV.

Palavras-chave Doenças Cardiovasculares; Aterosclerose; HIV; Doenças Metabólicas; Lipodistrofia.

Before high-power antiretroviral therapy was introduced, cardiovascular complications in the HIV-infected population were mainly related to immunosuppression. However, after the advent of combined use antiretroviral drugs the morbimortality of these patients decreased considerably. It seems, however, that metabolic complications such as insulin resistance and dyslipidemia have become more frequent, suggesting an increased risk of atherosclerotic disease. The purpose of this article is to review the literature and describe the cardiovascular complications related to HIV infection, with an emphasis on the period after combined antiretroviral therapy was introduced. The review was conducted to highlight the cardiovascular risk factors, mainly of atherosclerotic heart disease and its peculiarities among the HIV-infected population.

Keywords Cardiovascular Diseases; Atherosclerosis; HIV; Metabolic Diseases; Lipodystrophy.

10 - Doença diverticular dos cólons e diverticulite aguda: o que o clínico deve saber

Diverticular disease of the colon and acute diverticulitis: what the clinician should know

Rodrigo Lolli Almeida Salles

Rev Med Minas Gerais; 23.4:490-496, Out/Dez, 2013

A doença diverticular constitui uma das afecções benignas mais frequentes e ocasiona elevada morbidade para o paciente. Várias complicações são advindas dessa doença, e em determinadas situações elas apresentam significativa gravidade. Contudo, essa afecção é, na maioria das vezes, assintomática e poucos indivíduos estão cientes de sua existência. Na vigência de inflamação dos divertículos, os pacientes procuram atendimentos de urgência com sintomatologia de diverticulite aguda. Cabe ao clínico proceder com avaliação clínica detalhada, propedêutica eficiente e instituição de terapêutica adequada. Ainda, torna-se essencial discernir sobre a necessidade da abordagem cirúrgica. Esse artigo objetiva contribuir para a atualização do conhecimento sobre o diagnóstico e o tratamento da doença diverticular e diverticulite aguda.

Palavras-chave Diverticulose Cólica; Diverticulite Cólica; Doenças do Colo.

Diverticular disease is one of the most frequent benign diseases, with high patient morbidity. Several complications can arise from it and in certain cases they can be very severe. However, this condition is most often asymptomatic and few individuals are aware of its existence. In the presence of diverticular inflammation patients seek emergency services with symptoms of acute diverticulitis. It is up to the clinician to proceed with a detailed clinical assessment, efficient workup and start adequate therapy. Additionally, it is essential to discern the need for a surgical approach. This article aims to contribute with an update on the diagnosis and treatment of acute diverticulitis and diverticular disease.

Keywords Diverticulosis, Colonic; Diverticulitis, Colonic; Colonic Diseases.

11 - Acolhimento nas equipes de saúde da família: uma revisão integrativa

Acceptance in Family Health teams: an integrative review

Liliane da Consolação Campos Ribeiro; Regina Lunardi Rocha; Maria Letícia Ramos-Jorge

Rev Med Minas Gerais; 23.4:497-503, Out/Dez, 2013

Foi realizada revisão integrativa com o objetivo de buscar e avaliar evidências na literatura acerca do acolhimento nas equipes de saúde da família (ESF). O levantamento bibliográfico abrangeu as publicações nacionais e internacionais, disponibilizadas na Biblioteca virtual em saúde, sendo identificadas 42 referências. Os resultados revelaram divergências entre os conceitos sobre o acolhimento e as práticas assistenciais das unidades de saúde da família. É necessária a identificação de esforços para o desenvolvimento de outras pesquisas e maximizar a assistência dos profissionais nas ESF, a fim de possibilitar a integração da teoria com a prática.

Palavras-chave Acolhimento; Saúde da Família; Equipe de Assistência ao Paciente.

An integrative review was conducted in order to evaluate available evidence in the literature on the acceptance of Family Health Teams (FHT). The bibliography covered national and international publications available on the Virtual Health Library, from which 42 references were identified. The results revealed differences between the concepts of acceptance and healthcare practices in family health units. More effort must be put in developing research to maximize how professionals in the FHTs offer assistance so as to enable theory/practice integration.

Keywords User Embracement; Family Health; Patient Care Team.

12 - Mecanismo de ação dos agentes hemostáticos locais e adesivos tissulares

Mechanism of action of topical hemostatic and adhesive tissue agents

Marcus Vinicius Henriques de Carvalho; Evaldo Marchi

Rev Med Minas Gerais; 23.4:504-509, Out/Dez, 2013

Existe disponível, atualmente, grande variedade de agentes hemostáticos locais, vedantes e adesivos tissulares. O conhecimento do mecanismo de ação de cada um deles é primordial para a escolha do agente ideal para cada tipo de hemorragia. Os agentes hemostáticos são divididos em dois grupos, de acordo com seus mecanismos de ação: a) ativos - os ativadores das plaquetas; b) passivos ou mecânicos - promotores da absorção do sangue, aumentando o seu volume e pressionando o local do sangramento. Os agentes ativos podem ser usados nas coagulopatias, utilizam componentes do plasma humano como trombina e fibrina e, por isto, podem transmitir doenças virais e são mais dispendiosos. Os agentes mecânicos, por criarem uma barreira ao sangramento devido ao aumento de volume, não podem ser usados em áreas confinadas. Neste artigo são feitas considerações sobre as características dos vários agentes hemostáticos.

Palavras-chave Hemostáticos; Adesivos Teciduais; Cirurgia Geral.

A wide variety of topical hemostatic agents, sealants, and tissue adhesives is currently available. Knowledge of the mechanism of action of each of them is essential for choosing the ideal agent for each type of hemorrhage. Hemostatic agents are divided into two groups according to mechanism of action: a) active, which activates platelets b) passive or mechanical, which promotes blood absorption, increase in volume, and creates pressure on the site of the bleeding. Active agents can be used in coagulopathies and use human plasma components like thrombin and fibrin. As such, they can transmit viral diseases and are more expensive. Mechanical agents, because they stop the bleeding due to volume increase cannot be used in confined areas. This article considers the characteristics of various hemostatic agents.

Keywords Hemostatics; Tissue Adhesive; General Surgery.

Atualização Terapêutica

13 - Preservação da fertilidade em mulheres com câncer: atualização e perspectivas

Fertility preservation in women with cancer: update and perspectives

Ricardo Mello Marinho; Jhenifer Kliemchen Rodrigues; Rívia Mara Lamaita; Ana Marcia de Miranda Cota; Alberto Julius Alves Wainstein; Ana Paula Drummond Lage Wainstein; Fernanda Parreiras; Ana Luisa Menezes Silva; João Pedro Junqueira Caetano

Rev Med Minas Gerais; 23.4:510-517, Out/Dez, 2013

Com o aumento do diagnóstico de câncer em mulheres jovens e os avanços no seu tratamento, muitas pacientes que poderão ter sua fertilidade comprometida com a quimioterapia têm manifestado desejo de engravidar futuramente. O congelamento de embriões, após fertilização in vitro, para preservar a fertilidade está bem estabelecido. A criopreservação de oócitos por vitrificação evoluiu bastante nos últimos anos, deixando de ser experimental. Até 2009 nasceram mais de 900 crianças a partir de oócitos criopreservados, sem aumento do risco de anomalias congênitas. O uso de análogos do GnRH para a supressão ovariana durante a quimioterapia na tentativa de prevenir a falência ovariana prematura apresenta resultados incertos. Outras técnicas ainda são consideradas experimentais, como a criopreservação e posterior autotransplante de tecido ovariano. Já foram relatados 24 nascimentos com o seu uso, persistindo, entretanto, dúvidas que motivam o seu estudo. A maturação de folículos ovarianos in vitro é alternativa promissora para preservação da fertilidade nessas pacientes e tem apresentado resultados positivos em roedores, macacos e humanos. Muita cautela deve ser tomada com o uso de técnicas experimentais, especialmente quando oferecidas para pacientes diante de fragilidade emocional. Por isso, é importante transmitir corretamente informações sobre chances de gravidez com tratamentos existentes e as limitações das técnicas experimentais.

Palavras-chave Preservação da Fertilidade; Criopreservação; Fertilização in Vitro;Ovário/antomia & histologia; Estruturas Embrionárias; Oócitos; Técnicas de Maturação in Vitro de Oócitos; Hormônio Liberador de Gonadotropina/análogos & derivados.

With the increased number of cancer diagnoses among young women and the advances in treatment, many patients who may have had their fertility compromised by chemotherapy express desire to become pregnant in the future. Freezing embryos for later IVF so as to preserve fertility is a well established process. Oocyte cryopreservation by vitrification has evolved greatly in recent years and is no longer considered experimental. By 2009 more than 900 children were born from cryopreserved oocytes, without increased risk of congenital anomalies. The preventive use of GnRH analogues for ovarian suppression during chemotherapy to avoid premature ovarian failure has uncertain outcomes. Other techniques such as cryopreservation of ovarian tissue for later autograft are still considered experimental. Although use has already been reported in 24 births, doubts still persist and motivate further study. In vitro maturation of ovarian follicles is a promising alternative for preserving patient fertility and has shown positive results in rodents, monkeys, and humans. Caution should be used with experimental techniques, especially when offered to emotionally fragile patients. Therefore it is important to thoroughly convey information on the chances of pregnancy with existing treatments and the limitations of experimental techniques.

Keywords Fertility Preservation; Cryopreservation; Fertilization in Vitro; Ovary/anatomy &amp; histology; Oocytes; Embryonic Structures; In Vitro Oocyte Maturation Techniques; Gonadotropin-Releasing Hormone/analogs &amp; derivatives.

Educação Médica

14 - Profissionais de saúde e a comunicação de más notícias sob a ótica do paciente

Health professionals and the delivery bad news: patient perspectives

José Antonio Chehuen Neto; Mauro Toledo Sirimarco; Társsius Capelo Cândido; Thaís Chehuen Bicalho; Bruno de Oliveira Matos; Gabriela Hinkelmann Berbert; Leandro Vinícius Vital

Rev Med Minas Gerais; 23.4:518-525, Out/Dez, 2013

INTRODUÇÃO: "más notícias" são aquelas que alteram de forma drástica e negativa a visão do paciente sobre seu futuro. Sua comunicação é relevante no âmbito da saúde, podendo proporcionar impactos irreparáveis. Incluem situações que constituem uma ameaça à vida, ao bem-estar pessoal, familiar e social, pelas repercussões que acarretam. São incomuns os estudos que abordam esse assunto sob a perspectiva do paciente e as informações sobre uso de protocolos específicos.
OBJETIVO: avaliar a qualidade da comunicação da má notícia segundo a visão do paciente.
MÉTODOS: realizou-se estudo transversal baseado no Protocolo SPIKES, em 500 participantes.
RESULTADOS: em 10% a notícia foi dada por profissional não médico, 5% por telefone e 17% em local não reservado; cerca de 1/3 da amostra considerou o profissional não preparado para a comunicação da má notícia; 60% dos ouvintes se consideravam despreparados para receberem a notícia; forma de transmissão: amigável (34%), tranquila (43%), indiferente (15%); sinceridade e tranquilidade foram os critérios citados como importantes no recebimento da má noticia.
CONCLUSÕES: a comunicação da má notícia deve ser baseada numa boa relação médico-paciente; é esperado que a maioria das pessoas, após recebê-la, apresente sentimentos como angústia, desespero e tristeza, porém tais sentimentos podem ser exacerbados quando a notícia é transmitida de forma grosseira e indiferente; dos aspectos passíveis de melhora, a escolha de um local reservado é um dos menos complexos de se obter; os principais aspectos mencionados como necessários para um profissional comunicar uma má notícia de forma humanizada são comportamentais.

Palavras-chave Comunicação; Relações Médico-Paciente; Educação Médica; Psicologia Médica.

INTRODUCTION: "Bad news" includes those that alter drastically and negatively patients' view of their future. Delivery of bad news is relevant in the context of healthcare and can have irreparable impact, posing a threat to life, to personal, family, and social welfare. Studies addressing this issue from the perspective of patients and on the use of specific protocols are scarce.
OBJECTIVE: to assess the quality of bad news delivery through the eyes of patients.
METHODS: A cross-sectional study based on the SPIKES protocol with 500 participants.
RESULTS: in 10% of cases, news was delivered by non-medical professionals, 5% by phone and 17% in a non-private space. About 1/3 of the sample considered that the professional was unprepared for breaking bad news, and 60% of respondents considered themselves unprepared to receive such news. Transmission was considered to be friendly (34%), calm (43%) or indifferent (15%). Calm and sincerity were cited as important when receiving bad news.
CONCLUSIONS: delivery of bad news must be based on a good doctor-patient relationship. After bad news are broken, while most patients are expected to report feelings of grief, despair, and sadness, such feelings can be exacerbated when news are transmitted tactlessly or indifferently. Among important areas for improvement, finding a private place to convey the news is one of the least complex to implement. The main aspects patients mentioned as requirements for professionals to deliver bad news more humanely are behavioral aspects.

Keywords Communication; Physician-Patient Relations; Education Medical; Psychology, Medical.

História da Medicina

15 - Explicações médicas para o mito do vampirismo

Medical explanations for the myth of vampirism

Lennon da Costa Santos; Lucas Resende Lucinda; Allan da Costa Santos; Luciana Diniz Silva

Rev Med Minas Gerais; 23.4:526-531, Out/Dez, 2013

A figura mítica dos vampiros é, sem dúvida, uma das mais intrigantes, sedutoras e horripilantes da cultura popular atual. Esses personagens já habitam há centenas de anos a crença de muitos indivíduos - sendo lembrados pela sua inesgotável sede de sangue e pelo medo que desencadeiam nas pessoas. Durante os anos, tornaram-se figuras presentes em várias representações gráficas, literárias e cinematográficas. Esse fenômeno histórico ganhou diversas teorias nas quais se tentou dissecar a verdadeira origem das lendas sobre esses seres da noite. Este artigo, por meio de uma revisão de literatura, apresenta as tentativas de explicação da origem do vampirismo por meio de abordagem científica.

Palavras-chave Mitologia; Folclore; Superstições; História da Medicina.

The mythical figure of the vampire is undoubtedly one of the most intriguing, seductive, and horrifying in current popular culture. For hundreds of years, these characters have inhabited the belief systems of many individuals and are remembered for their insatiable blood lust and the fear they trigger in people. Over the years they have been present in several pictorial, literary, and cinematic representations. This historical phenomenon has generated several theories that try to dissect the true origin of the legends regarding these creatures of the night. This article is a literature review presenting the attempts to explain the origin of vampirism through a scientific approach.

Keywords Mythology; Folklore; Superstitions; History of Medicine.

Relato de Caso

16 - Correção laparoscópica de fístula vesicovaginal: relato de caso

Laparoscopic repair of vesicovaginal fistula: a case report

Pedro Romanelli de Castro; Ricardo Hissashi Nishimoto; Raul Guilherme Ângelo Pinheiro; Paulo Batista de Oliveira Arantes; Aline Monteiro Neder Issa; Hugo Monteiro Neder Issa

Rev Med Minas Gerais; 23.4:532-535, Out/Dez, 2013

Apesar de constituírem complicação incomum, as fístulas vesicovaginais apresentam expressivo impacto na qualidade de vida dos pacientes. As abordagens minimamente invasivas têm ganhado mais espaço no tratamento de doenças geniturinárias. Ainda são poucos os relatos do acesso laparoscópico para correção das fístulas vesicovaginais. Relata-se aqui um caso de fístula pós-histerectomia tratada totalmente de forma laparoscópica com ótimo resultado. As vantagens do acesso laparoscópico, assim como alguns detalhes técnicos, são discutidos.

Palavras-chave Doenças Urogenitais Femininas; Fístula Vesicovaginal; Laparoscopia.

Despite being an uncommon complication, vesicovaginal fistulas have significant impact on patient quality of life. Minimally invasive approaches have gained more space in the treatment of genitourinary diseases. There are few reports on laparoscopic approaches for correction of vesicovaginal fistulas. This is a case report of a post-hysterectomy fistula treated exclusively through laparoscopy with excellent results. The advantages of the laparoscopic approach, as well as some technical details, are discussed.

Keywords Female Urogenital Diseases; Vesicovaginal Fistula; Laparoscopy.

17 - Lesão grave de partes moles decorrente de acidente motociclístico

Severe soft tissue injury resulting from motorcycle accidents

Bruno de Lima Rodrigues; André Rosetti Portela; Mario Pastore Neto; Domingos André Fernandes Drumond

Rev Med Minas Gerais; 23.4:536-539, Out/Dez, 2013

Lesão grave em trauma tem aumentado, em parte relacionada à elevação do número de acidentes motociclísticos, o que tem sido associado ao aumento da frota desses veículos, observado nos últimos anos. O trauma de parede abdominal causa, por vezes, alta morbimortalidade, seja por comprometimento das vísceras intra-abdominais, seja pela lesão da parede abdominal. Este caso descreve a gravidade das lesões em trauma decorrente de acidente motociclístico, além de conduta cirúrgica adotada.

Palavras-chave Acidentes de Trânsito; Motocicletas; Lesões dos Tecidos Moles; Traumatismos Abdominais.

Severe trauma injuries increased in numbers, partly as a result to the escalation of motorcycle accidents related to increase in the fleet of this kind of vehicle. Abdominal wall trauma can sometimes cause high mortality, either by damage to intra-abdominal viscera or by injury to the abdominal wall itself. This report describes the severity of injuries in trauma from motorcycle accidents, as well as the surgical procedures adopted.

Keywords Accidents, Traffic; Motorcycles; Soft Tissue Injuries; Abdominal Injuries.

18 - Neuroblastoma olfatório ectópico: estudo de caso e revisão da literatura

Ectopic olfactory neuroblastoma: case study and literature review

Hugo Gonçalves Couto; Leonardo Andrade Ribeiro; Dionísio da Silva Vilaça; Núbia Bernardes Carvalho

Rev Med Minas Gerais; 23.4:540-543, Out/Dez, 2013

O neuroblastoma olfatório, também conhecido como estesioneuroblastoma (ENB), é tumor maligno de crescimento lento, com origem principalmente na neuroectoderme da cavidade nasal. O pico de incidência do ENB é aos 53 anos, com a maioria dos casos ocorrendo entre os 40 e 70 anos, principalmente em homens. Há poucos relatos de ENB nos seios etmoidal, maxilar e esfenoidal, hipófise e nasofaringe. Esse tumor geralmente apresenta-se como doença invasiva e tendência a recorrer tardiamente. A disseminação mais frequente do ENB é para os linfonodos cervicais e, se presente, significa pior prognóstico. Seus sintomas são inespecíficos, sendo a obstrução nasal o mais comum. Os exames de imagem são importantes no diagnóstico do ENB, juntamente com o histopatológico e o imuno-histoquímico, que também auxiliam no diagnóstico diferencial. O tratamento cirúrgico de ressecção craniofacial associado à radioterapia apresenta os melhores resultados na sobrevida. Descreve-se seguidamente um caso clínico ilustrativo dessa doença em paciente masculino de oito meses, faixa etária incomum da ENB, com queixa familiar inicial de obstrução nasal e coriza hialina com rajas de sangue.

Palavras-chave Neuroblastoma; Estesioneuroblastoma Olfatório; Otolaringologia.

Olfactory neuroblastoma, also known as esthesioneuroblastoma (ENB), is a slow-growing malignant tumor of that originates mainly in the neuroectodermal cells in the nasal cavity. The peak incidence of ENB is at age 53, with the majority of cases occurring between 40 and 70 years, and mostly among men. There are a few reports of ENB in the ethmoid, maxillary, and sphenoid sinuses, or in the pituitary and nasopharynx. This tumor usually presents as an invasive disease with a tendency for later recurrence. The most frequent dissemination of ENB is to the cervical lymph nodes, which represents a worse prognosis. Its symptoms are nonspecific and nasal obstruction is the most common complaint. Imaging tests are important for the diagnosis of ENB, along with histopathological and immunohistochemical tests to help in the differential diagnosis. Surgical treatment of craniofacial resection associated with radiotherapy can achieve the best results for survival. We present a discussion of an illustrative clinical case of the disease in a male patient aged eight months, an unusual age for ENB, brought to attention by an initial family complaint of nasal obstruction and bloodstained hyaline rhinorrhea.

Keywords Neuroblastoma; Esthesioneuroblastoma, Olfactory; Otolaryngology.

Imagem

19 - Caso 12

Case 12

Raphael Rabelo de Mello Penholati; Emília Valle; Glauber Coutinho Eliazar; Luanna Monteiro; Júlio Guerra Domingues; Marcelo Magaldi Ribeiro Oliveira

Rev Med Minas Gerais; 23.4:544, Out/Dez, 2013